Servidores da UFPB entram em greve dia 28

Servidores da UFPB entram em greve dia 28

O Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba (SINTESPB), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), decidiram, durante assembleia na manhã desta quinta-feira (21), iniciar greve por tempo indeterminado na próxima quinta-feira (28). O SINTESPB foi o primeiro sindicato da base da FASUBRA a aderir ao movimento paredista.

Antes do início da greve, na próxima quinta-feira, deverá ocorrer uma nova assembléia. O SINTESPB assegura que o funcionamento do restaurante universitário, bibliotecas e laboratórios serão mantidos.

Os servidores querem correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias nos salários. A pauta unificada pede um reajuste de 27,3%; manutenção de diretos trabalhistas, entre outras reivindicações.

Professores

Na última quarta-feira (13), os professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) aprovaram, durante assembléia, o indicativo de greve. Segundo a Associação dos Docentes da UFPB (Adufpb), caso o Governo não atenda a propostas apresentada a greve pode ser declarada.  Assim como os servidores, os professorem reivindicam reajuste de 27,3%, conforme acumulado do déficit da inflação. A proposta ainda conta com 3% de aumento real.

A data de início da paralisação ainda não foi definida, mas, ainda de acordo com a Adufpb, uma nova assembléia será realizada no dia 27 de maio, quando os professores devem avaliar as negociações.

 

 

MaisPB