Senador sugere realização de eleições unificadas a partir de 2022

Senador sugere realização de eleições unificadas a partir de 2022

Uma proposta de emenda à Constituição (PEC 45/2016) apresentada pelo senador Roberto Muniz (PP-BA) estabelece que as eleições para presidente e vice-presidente da República e para todos os demais cargos do Executivo e do Legislativo – em níveis estadual, municipal e federal – ocorram na mesma data a partir de 2022. O senador diz que a mudança permitiria economizar recursos e racionalizar o planejamento e as ações do Estado brasileiro. Segundo ele, o país gasta R$ 800 milhões a cada dois anos para organizar eleições.

Proposta similar já foi apresentada ao Congresso Nacional pelo atual presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que visavaàas eleições unidas no ano de 2018. Em 2016, os prefeitos eleitos teriam mandato de apenas dois anos para que, em 2018, houvesse a coincidência das eleições.

Contudo, no debate da Reforma Politica, no ano passado, uma parcela considerável dos parlamentares da Câmara dos Deputados conseguiu vencer o debate e rejeitar emenda à PEC da reforma política (182/07) que previa a coincidência das eleições municipais e gerais. Por 225 votos a 220, o Plenário rejeitou a proposta e decidiram manter o sistema atual.

 

 

Blog do Gordinho