Senador diz que renuncia se for ligado a Lava Jato

Senador diz que renuncia se for ligado a Lava Jato

O senador Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP, afirmou nesta terça-feira (3), por meio do microblog Twitter, que renunciará ao mandato se surgir alguma prova contra ele no âmbito da Operação Lava Jato.

Nesta terça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve enviar ao SupremoTribunal Federal (STF) os pedidos de inquérito para investigar políticos envolvidos com o esquema de desvio de dinheiro na Petrobras investigado pela operação.

Em dezembro, Ciro Nogueira estava entre os parlamentares que, segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa mencionou como beneficiários do esquema.
No Twitter, em quatro posts complementares, Nogueira afirmou que “jamais” teve qualquer “relação imprópria” com os acusados da Lava Jato.

“Renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público”, escreveu.

O senador diz ter “consciência plena” de seus atos. “Sei que as acusações não têm nenhuma base na realidade”, afirmou.

Leia abaixo a íntegra da mensagem publicada pelo senador no Twitter:

Desde o início,agora é até o final desta circunstância política,mantive,mantenho e manterei uma única posição:Jamais tive qualquer relação imprópria com qualquer dos acusados da operação Lava Jato. Repito o que sempre sustentei, renunciarei ao mandato de Senador da República se surgir qualquer prova objetiva que venha macular minha atitude como homem público. Assumo mais uma vez este compromisso porque tenho consciência plena de meus atos e sei que as acusações não têm nenhuma base na realidade. Ass Ciro Nogueira

 

 

 

G1