Sede do Diretório Nacional do PT é atacada em São Paulo

Sede do Diretório Nacional do PT é atacada em São Paulo

A sede do Diretório Nacional do PT, no centro de São Paulo, foi atacada na madrugada desta quinta-feira. Os vidros de entrada do prédio foram destruídos.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta da 1h15 policiais militares patrulhavam a rua Silveira Martins, onde fica o diretório nacional, quando viram o homem com um pé de cabra na mão quebrando os vidros e o abordaram. Emilson Chaves Silva foi levado para a delegacia e liberado, sem seguida.

Com ele, os PMs também encontraram um canivete, que foi apreendido. Emilson vai responder por dano ao patrimônio. No Facebook, o autor do ataque confessou: “Fui eu que ataquei o Diretório Nacional do partido dos trabalhadores e vou atacar de novo.”

O vigilante que estava na sede da legenda no momento do ataque disse que o suspeito apareceu “do nada” e começou a danificar os vidros. Segundo o relato da testemunha, ele também gritava que mataria todos os petistas, que o partido está perseguindo ele e faz muito mal à nação. Foi solicitada que uma perícia seja feita no local.

Por volta das 8h30 desta quinta-feira, os estilhaços do vidro já tinham sido recolhidos e colocados dentro de uma caixa de papelão.

A sede do PT fica a pouco metros da Praça da Sé. Depois que o partido passou a ser alvo de manifestações populares, a direção da legenda havia reforçado a segurança no local.

Na semana passada, a sede do PT foi alvo de busca e apreensão por parte da Polícia Federal na operação “Custo Brasil”, que investiga um esquema de desvios em taxas cobradas de servidores públicos para custear empréstimos consignados.

 

 

 

 

O Globo