Secretário de Cartaxo diz que PT não tem pressa para formar aliança e descarta composição com PSDB

Secretário de Cartaxo diz que PT não tem pressa para formar aliança e descarta composição com PSDB

Pessoa, Lucius Fabiani, considerou ‘nula’ a possibilidade de o Partido dos Trabalhadores apoiar a pré-candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) a governador. “Essa hipótese é zero. Não existe discussão, nem debate com ninguém sobre isso”, disse.

Ele afirmou que o PT não está preocupado em antecipar os rumos sobre a sucessão estadual deste ano ao se referir a uma composição com o PMDB. “O PT tem um calendário a ser seguido, pois o nosso partido não tem que correr para fechar uma aliança, pois o cenário político está indefinido”, falou.

Lucius Fabiani lamentou os rumos tomados pelo deputado federal Luiz Couto, que mais uma vez deve ir de encontro ao entendimento majoritário do PT. “Ele poderia hoje estar disputando um espaço na chapa majoritária, mas infelizmente, preferiu abandonar 95% do partido, já que se somarmos força, tornaríamos o PT mais forte”.

O auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo também destacou que a pré-candidatura de Nadja Palitot ao governo do estado ainda não foi descartada e destacou que a legenda está fechada em torno do nome dela, caso o partido decida apoiar outra candidatura ao governo do estado. “Nadja é uma companheira valorosa, foi vereadora, deputada e tem capacidade para assumir qualquer uma das vagas na chapa majoritária”.

Ele ainda esclareceu que o prefeito Luciano Cartaxo não irá impor aos seus auxiliares o apoio ao candidato que o PT irá apoiar. “Ele vai apresentar e espera ter a solidariedade dos companheiros”.