Secretário confirma 19 mortes em ataques em Osasco, Barueri e Itapevi

Secretário confirma 19 mortes em ataques em Osasco, Barueri e Itapevi

O Secretário da Segurança Pública do estado de São Paulo, Alexandre de Moraes, disse que 19 pessoas morreram nos ataques da noite desta quinta-feira (13) nos municípios de Osasco,Barueri e Itapevi, na Região Metropolitana de São Paulo. Outras sete pessoas ficaram feridas. Mais cedo, a Polícia Civil falava em 20 mortes e não citava o ataque em Itapevi.

A polícia apura o elo entre os crimes e a morte de um PM e de um guarda civil nos últimos dias na região. Ninguém havia sido preso até o começo da tarde desta sexta-feira.

"Não há uma hipotese principal de investigação, mas não é descartada a possível relação com dois outros latrocínios que ocorreram na sexta-feiras passada e o outro em Barueri", disse o secretário.

"Não descartamos nenhuma hipótese, e o envolvimento de Policiais no caso deverá ser uma das teses possíveis levadas em consideração", completou.

Na operação, trabalhará uma equipe de 50 policiais civis, sendo 30 Demacro e 20 do DHPP. Serão 12 peritos e 8 médicos legistas. para definir a sequência da investigação.

Ao todo, 12 locais foram atacados nesta quinta. Investigadores encontraram neles cápsulas de armas de revólver calibre 38, 380 e pistola 9 mm – esta última é uma arma privativa das Forças Armadas. Antes, a Polícia Civil disse ter encontrado pistolas ponto 45.

Segundo o secretário, a perícia vai analisar as cápsulas para ver se os crimes teriam sido cometidos pelo mesmo grupo ou por grupos diferentes.

á em Barueri, uma pessoa foi morta por volta das 22h15 na Rua Carlos Lacerda. Cerca de uma hora depois, outros dois homens foram assassinados a tiros na Rua Irene. "Esses dois indivíduos baleados estavam sentados tomando uma bebida quando pessoas saíram do carro e passaram a atirar contra eles", disse o sargento da PM Flávio Sabino.

Vídeo obtido pelo Bom Dia Brasil mostra dois homens encapuzados entrando em um bar de Barueri. Eles rendem algumas pessoas. Há correria na hora dos tiros. Ao sair, os suspeitos seguem atirando.

Parte dos feridos foi levada para o Hospital Municipal de Barueri e para o Hospital Geral de Itapevi. Segundo o Bom Dia São Paulo, um dos sobreviventes foi baleado no rosto e foi operado em Itapevi. Outro rapaz, atingido no abdômen, também passou por cirurgia e está na recuperação na unidade de Barueri.

 

 

 

G1