Secretária de Meio Ambiente ressalta campanha da fraternidade 2016 sobre saneamento básico

Secretária de Meio Ambiente ressalta campanha da fraternidade 2016 sobre saneamento básico

A secretária de Meio Ambiente de Patos, Ana Lígia, destacou na manhã desta sexta-feira, 12 de fevereiro, a temática da campanha da fraternidade ecumênica (Casa comum, nossa responsabilidade) anunciada recentemente, pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) em abordagem aos cuidados de preservação do meio ambiente e a política pública de saneamento básico nos municípios brasileiros.

“Trata-se de uma temática muito importante, uma vez que traz a sociedade para o debate consciente sobre as consequências de agressão ao meio ambiente, porque o contexto do saneamento básico não se resume apenas ao tratamento e separação dos resíduos sólidos, mas, do uso racional da água, formas de preservação do ambiente, enfim, questões que estão presentes no cotidiano, que precisam ser discutidas coletivamente”, disse Ana Lígia.

A secretária de Meio Ambiente ressaltou a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico, concluído pelo Governo Municipal, durante o ano de 2015. “Nosso município é o único do sertão, com o plano de saneamento básico aprovado e isso faz total diferença, porque será a partir desse estudo que a política de saneamento será construída nos próximos 22 anos”, ressaltou.

“A secretaria de meio ambiente realizou durante o ano passado, várias palestras educativas, no sentido de conscientizar a população sobre a separação dos resíduos sólidos, capacitações com os catadores, entrega de vários equipamentos para implantação da coleta seletiva, alguns com o apoio de empresários e do Ministério Público do Trabalho, portanto, o objetivo é ampliar essas ações, fazendo com que a população tenha consciência sobre o contexto atual. Hoje, o município de Patos, produz por dia, cerca de 160 toneladas de resíduos”, comentou a Secretária.  

O lançamento da campanha em Patos acontecerá neste sábado, às 7h30, com a celebração de uma missa, no lixão da cidade, que contará com a presença de bispos e padres da Regional Nordeste 2, que compreende aos estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.  “A participação das Igrejas nesse processo de cuidado com o meio ambiente é fundamental e reforça o trabalho feito pelo Governo Municipal, na luta pela construção do aterro sanitário. A responsabilidade ambiental é algo que necessita ser abraçado por todos da sociedade”, concluiu, Ana Lígia.

 

 

 

 

 

http://www.patosonline.com/