Secretaria afirma que 'doença misteriosa' é benígna, mas alerta que investigação ainda continua

Secretaria afirma que 'doença misteriosa' é benígna, mas alerta que investigação ainda continua

Uma doença desconhecida tem movimentado as unidades de Saúde da Paraíba desde o mês de março. A Secretaria de Estado da Saúde iniciou, em parceria com o Ministério da Saúde, uma investigação para identificar a doença exantemática (manchas vermelhas).

A gerente operacional de resposta rápida da Vigilância Epidemológica Estadual, Diana Pinto, conversou com o portal Paraíba e explicou que a investigação continua em andamento, mas já foi possível identificar que a doença, após sete dias, evolui para uma cura, indicando que é benígna. “A nossa recomendação é que, quem apresentar os sintomas, se encaminhe para o Posto de Saúde mais próximo, não há necessidade de ir a uma unidade de emergência”, orientou.

Os sintomas identificados são manchas vermelhas na pele que causam coceira e, em alguns casos, febre baixa. “Para todos os casos suspeitos, estamos fazendo testes para outras doenças exantemáticas e até o agora tivemos alguns casos que deram positivo para dengue, mas outras doenças como rubéola e sarampo não”.

A Vigilância afirma que a “doença misteriosa” está gerando uma demanda muito grande nos postos de Saúde, mas não é motivo para alarmar a população. “É um evento de Saúde Pública e aumenta a demanda, mas não é alarmante. Quem apresentar sintomas receberá toda a orientação em um posto de saúde”.
 

 

 

Pedro Callado