Seca faz agricultor encontrar busto do início do século 20 no Sertão na Paraíba

Seca faz agricultor encontrar busto do início do século 20 no Sertão na Paraíba
A seca prolongada dos últimos dois anos fez com que um agricultor encontrasse um busto esculpido em bronze datado do início do século passado em um açude da Zona Rural do município de Cajazeiras, no Sertão, localizado a 468 quilômetros de João Pessoa.
 
O achado ainda é um mistério para a população da cidade porque ninguém sabe de quem se trata ou como a escultura acabou naquele local.
O secretário de cultura de Cajazeiras, Aguinaldo Cardoso, informou que a peça foi levada para o Centro Cultural Zé do Norte, naquele município, e está exposta lá, à espera de alguma informação.
 
 
"Não sabemos de quem é ou o que aconteceu para ela estar onde foi encontrada. Não tivemos conhecimento de que alguma peça assim tivesse sido roubada na região", informou.
 
Além da data que consta no busto, 1918, há também o nome de Araújo, que provavelmente deve ser do escultor. O secretário de Cultura contou que o agricultor que achou a peça viu apenas um pequeno pedaço dela brilhando às margens do açude e achou que fosse algum  metal de valor.
 
"Ele escavou e conseguiu tirar o busto que estava quase totalmente submerso e levou para casa. Nós tomamos conhecimento do fato e fomos até lá para conferir o achado. Depois resolvemos trazer a peça para o Centro de Cultura e divulgá-la, na tentativa de chegar até a história dela", revelou Aguinaldo.
 
O secretário acredita que o busto seja de uma personalidade importante e tenha sido jogado no local antes mesmo da construção do açude que é bem mais recente.
 
"Descobrir a história desse busto pode revelar mais sobre o passado da cidade e de suas personagens, por isso considero importante que divulguemos o achado", opinou.
 
O açude onde foi encontrada a peça fica localizado a cinco quilômetros de Cajazeiras, próximo à BR-230, que corta o estado da Paraíba de leste a oeste.
 
Fonte: Luciana Rodrigues