'Se o DEM resolver apoiar Cartaxo eu me sentirei a vontade para deixar o partido', dispara Lucas de Brito

'Se o DEM resolver apoiar Cartaxo eu me sentirei a vontade para deixar o partido', dispara Lucas de Brito

A posição do vereador Lucas de Brito é clara: oposição. Contrário à gestão municipal em João Pessoa, o vereador pode estar às portas de um dilema: o DEM pode estar se preparando, em decorrência da aliança com o PSB no Estado, para apoiar o mesmo Cartaxo ao qual Lucas se opõe na Câmara Municipal.

“O posicionamento do DEM é contraditório. Ouvi conversas de que o Democratas vai apoiar Cartaxo nas próximas eleições. Vou me sentir a vontade para deixar o partido caso isso aconteça”, declarou o vereador.

Ele afirma que a decisão é fruto de uma busca por coerência. “Comecei 2013 na oposição. Faço uma leitura que a gestão municipal poderia estar melhor. Sou oposição no município e continuarei assim”, declarou.

Os posicionamentos estaduais acabam influenciando a posição dos vereadores em nível municipal. Lucas, nas últimas eleições estaduais, declarou apoio à candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) apesar do seu partido ter dado base para o governador Ricardo Coutinho.

“Votei em cássio apesar de reconhecer, sim, que Ricardo representa um avanço com a gestão que faz. Mas não pude participar do processo de escolha dentro do meu partido. Quando houve a definição se apoiaríamos Ricardo ou Cássio não me foi dado o direito de votar. Não fui chamado para o processo”, reclamou.

A coerência dele o impede de migrar para a bancada de situação, mas, para ele, os vereadores que fizeram este caminho não foram incoerentes.

“Zezinho Botafogo e Renato Martins (ambos PSB) estão sendo coerentes com seu partido. Eu prefiro ser coerente com a minha linha parlamentar.

Zezinho e renato estão sendo coerentes com o partido, eu prefiro ser coerente com a minha linha parlamentar”, concluiu.
 
 
 


João Thiago