Sargento é preso suspeito de participar da morte do policial Ulysses em João Pessoa

Sargento é preso suspeito de participar da morte do policial Ulysses em João Pessoa

A Polícia Civil confirmou na noite desta sexta-feira (5) que um sargento da Polícia Militar está envolvido na morte do PM Ulysses Costa, registrada na noite dessa quinta-feira (4), em João Pessoa. O resultado das investigações foi apresentado em entrevista coletiva. Ele já está preso como coautor do homicídio, junto com outro suspeito que teria atirado.

De acordo com a perita Luciana Bezerra Von Szilagyi, a bala atingiu a parte superior das costas do PM e alcançou a região da virilha. O projétil foi retirado do corpo para os exames de perícia científica e a polícia constatou que a bala é de uma das armas que o sargento tinha em casa.

O delegado Reinaldo Nóbrega disse que, após o crime, os suspeitos esconderam as armas em um ponto que já era de conhecimento do sargento. Ele teria ido ao local, pego as armas e as levado para casa. O material foi limpo e ficou escondido nessa residência. A Polícia Civil iniciou as investigações, localizou essas armas e prendeu o sargento porque ele não tinha autorização para portá-las, mas ele foi liberado pouco depois.

Porém, nesta sexta, após o Instituto de Polícia Científica (IPC) constatar que a bala achada no corpo de Ulysses era de uma das armas encontradas na casa do sargento, ele foi preso como coautor, por ter participado do assassinato. Outro homem está preso, apontado como responsável pelo disparo fatal.

O sargento foi levado para a Central de Polícia de João Pessoa, no bairro do Geisel, e, segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, será autuado pela participação no assassinato do policial. 

 

 

 

Fonte: Portal Correio