Salva-vidas morre pisoteado por touro ao ajudar caubói em rodeio

Salva-vidas morre pisoteado por touro ao ajudar caubói em rodeio

O salva-vidas de rodeio, que teve a cabeça pisoteada por um touro, ao tentar salvar um caubói das investidas do animal durante um rodeio, em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, morreu na madrugada desta segunda-feira (23), enquanto estava internado no Hospital Regional de Sorriso. Ronicley Silvestre, de 36 anos, estava na unidade desde o dia 15 de maio.

A morte do salva-vidas foi confirmada por volta de 3h [horário de Mato Grosso]. Ronicley ficou internado em estado grave por uma semana com traumatismo craniano.

Ele estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Um laudo emitido pela unidade de saúde apontou que o salva-vidas sofreu lesões cerebrais graves.

O corpo de Ronicley foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necrópsia. A previsão é que o corpo do salva-vidas seja encaminhado ainda nesta segunda-feira para a região de Alta Floresta, a 800 km de Cuiabá, onde vivem os familiares da vítima. O peão que recebeu ajuda de Ronicley foi atendido e teve alta no mesmo dia do acidente.

O caso

Segundo a Federação Mato-grossense de Rodeio (FMTRO), o salva-vidas, conhecido entre os profissionais como “Sombra”, sofreu o acidente no início da 3ª etapa do Circuito Mato-grossense de Rodeio, quando o caubói Patrick Costa, de Nova Brasilândia, a 223 km da capital, desmaiou após ser lançado para cima pelo touro que montava, recebendo uma cabeçada do animal em seguida. Sombra trabalhava como salva-vidas em rodeio há mais de 15 anos.

 

 

 

 

G1