Salários de deputados, senadores e STF será reajustado para R$ 33 mil

Salários de deputados, senadores e STF será reajustado para R$ 33 mil
Os presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, chegaram a acordo para reajustar os salários dos parlamentares, dos ministros do STF e do Procurador Geral da República para R$ 33 mil.

A princípio, a cúpula do Judiciário e do MP, que recebe R$ 29 mil, pedia aumento para R$ 34,7 mil. Um aumento para esse valor, contudo, faria o reajuste dos deputados e senadores, que ganham R$ 26,7 mil, ultrapassar a inflação do período.

O impacto do aumento será bilionário, já que costuma nortear o reajuste dos funcionários destes órgãos e muda o teto salarial do funcionalismo. O Executivo pediu para que o reajuste da presidente Dilma Rousseff e dos ministros seja menor, para R$ 30,9 mil.

O aumento será votado pela Câmara e depois pelo Senado Federal ainda esta semana.


 
 

Valor Econômico