Rui Falcão sai em defesa de Vaccari e reafirma caráter legal de doação

Rui Falcão sai em defesa de Vaccari e reafirma caráter legal de doação
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, reafirmou nesta segunda-feira o caráter legal das doações recebidas pelo partido em campanhas eleitorais. A manifestação do dirigente foi uma resposta à sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-tesoureiro do PT João Vaccari por associação criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito da o âmbito da Operação Lava-Jato.
 
Na sentença, Moro escreveu que doações "aparentam ser alguma espécie de parcelamento de uma dívida". Rui disse que o PT tem todas as documentações sobre todas as contribuições e elas são "pari passu" com a de outras legendas.  "Nos só recebemos contribuições segundo a lei em vigor no país até a semana passada. E deixamos de receber desde o início 
 
"Nos só recebemos contribuições segundo a lei em vigor no país até a semana passada. E deixamos de receber desde o início do ano por decisão nossa, embora fossem legais", disse o dirigente. Rui afirmou que o partido ainda vai se manifestar oficialmente sobre a decisão contra Vaccari, sentenciado a 15 anos prisão.
 
 
 
 
 
Valor Econômico