Rosas aconselha Cássio desistir de disputar o Governo em 2014. Confira!

Rosas aconselha Cássio desistir de disputar o Governo em 2014. Confira!
Edivaldo Rosas segue irrigando com alguma gasolina o jardim da aliança com o PSDB.
 
Uma de suas últimas declarações tem alto poder combustível. Rosas avisou ao senador Cássio Cunha Lima que ele pode muito “ser candidato a governador, mas em 2018”.
 
E aconselhou o tucano a manter a aliança com o PSB, apoiando a reeleição do governador Ricardo Coutinho.
 
 

Rosas tem sido espinhoso em suas recentes declarações. Há poucos dias, por exemplo, já havia dito quando indagado sobre uma eventual candidatura do senador Cássio: “A aliança com o PSDB não vai ser só aqui, mas no Brasil todo. Nesse momento, a prioridade é a reeleição do governador Ricardo… O que justificaria uma candidatura de Cássio?” 
 
O presidente do PSB entende que o tucano pode esperar, e assegurou ser possível a manutenção de dois palanques na aliança, um para Aécio Neves (comandado por Cássio) e outro para Eduardo Campos (por Ricardo Coutinho). E lembrou que isso já ocorreu em 2010, quando Cássio pediu votos para Alckimin e Ricardo para Dilma.
 
O senador Cássio tem afirmado, em suas últimas declarações, que seu partido, o PSDB, tem condições de apresentar um candidato a governador em 2014, e até admitiu compor a lista dos prováveis pré-candidatos do partido, mas reafirmou sua disposição de manter a aliança com o governador Ricardo Coutinho. O que torna a equação ainda uma incógnita.
 
Fonte: Hélder Moura