Romero desafia Odebrecht a provar repasse: ‘Abro meus sigilos’

Romero desafia Odebrecht a provar repasse: ‘Abro meus sigilos’

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), negou, na tarde desta quarta-feira (23), em contato com a reportagem do Portal MaisPB, qualquer tipo de envolvimento em lista de políticos que teriam recebido recursos da construtora Odebrecht.

De acordo com listas, divulgadas na imprensa nacional envolvendo mais de 200 políticos de vários estados brasileiros, o prefeito teria recebido R$ 300 mil nas eleições de 2014

Romero se disse indignado com a informação, segundo ele, “improcedente envolvendo seu nome e desafiou publicamente quem quer que seja a provar que ele manteve algum contato com a Odebrecht ou qualquer outra construtora”. “Não tem sentido esta informação. Em 2014 eu sequer era candidato”, afirmou.

Romero também colocou todos os seus sigilos: bancário, fiscal e telefônico, à disposição para provar que não recebeu nenhum recurso da construtora.

“Isso é absurdo, surreal, sem a menor procedência. Que me conhece sabe perfeitamente de minha postura, que não sou afeito a este tipo de conduta”, afirmou.

O prefeito afirmou ainda que não existe em Campina Grande nenhuma obra da Odebrecht, “portanto, nada que justificasse as doações da construtora”.

 

 

 

 

Cristiano Teixeira – MaisPB