Rodovias federais têm 30 infrações por hora após reajuste de multas

Rodovias federais têm 30 infrações por hora após reajuste de multas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) autuou  1.439 motoristas em todo o país nas primeiras 48 horas após a entrada em vigor dos novos valores de multas por ultrapassagens indevidas e para condutores pegos participando de "rachas". A medida passou a valer no sábado (1°). O número de infrações corresponde a 30 multas por hora, ou uma a cada dois minutos.

De acordo com a PRF, a maior parte das autuções foi aplicada em motoristas flagrados fazendo ultrapassagens em trecho proibido – foram 1.190 autuações em dois dias. A multa para esse tipo de infração, que era de R$ 191,54, passou a ser R$ 957,70 – reajuste de 400%.

Em segundo lugar ficaram as multas por ultrapassagens feitas pelo acostamento – foram 145 condutores flagrados cometendo a infração. O valor da multa foi reajustado em 650% – aumentou de R$ 127,69 para R$ 957,70.

 
Forçar a ultrapassagem em pista simples, com veículo vindo em sentido oposto, também é passível de multa – 43 pessoas foram autuadas e, além de serem obrigadas a pagar R$ 1.915,40, tiveram o direito de dirigir suspenso por até um ano. O valor da multa dobra quando os motoristas são flagrados cometendo a mesma penalidade no período de um ano.

Também foram multados condutores que faziam ultrapassagens em pontes (28), em curvas sem visibilidade suficiente (10) e em intersecções (4).

Rachas
Três pessoas foram autuadas por praticarem manobras perigosas, como arrancadas bruscas, derrapagens ou frenagens neste final de semana. A multa, que era de R$ 191,54, foi reajustada em 900% e passou para R$ 1.915,40. No mesmo período, dois motoristas foram detidos por disputar rachas. A pena máxima para o crime aumentou de dois para três anos de detenção.


 

G1