Ricardo visita Salão do Artesanato e destaca qualificação do trabalho dos artesãos paraibanos

Ricardo visita Salão do Artesanato e destaca qualificação do trabalho dos artesãos paraibanos

O governador Ricardo Coutinho visitou, nesse domingo (21), o 22º Salão de Artesanato da Paraíba, na cidade de Campina Grande. Aberto no dia 8 de junho, o evento acontece até o dia 30 de junho na antiga Ourovel, na Avenida Severino Cabral, no bairro do Catolé.

Na ocasião, Ricardo destacou que o artesanato paraibano é uma atividade econômica e cultural que cresce a cada dia. “A cada ano que passa, o Salão de Artesanato envolve muita gente, aqui estão representados mais de 3 mil artesãos e artesãs e um outro destaque é o talento, a qualidade das peças. A identidade cultural é fortalecida pelo artesanato que é a arte das mãos”.

O governador também pontuou que tem percebido a evolução na qualidade do artesanato. “Eu percebo claramente que há um processo de qualificação, além da melhoria das instalações desses salões. O Salão representa novas portas que estamos abrindo dentro e fora da Paraíba, além de uma identidade muito forte que está se constituindo no Estado”, afirmou. Ricardo ressaltou ainda a importância da parceria firmada com o Sebrae-PB que tem consolidado o sucesso dos eventos tanto em João Pessoa quanto em Campina Grande.

Para o secretário de Estado da Cultura, Lau Siqueira, o espaço também chama atenção por representar a cultura da Região. “As pessoas estão procurando o Salão porque encontram aqui a essência da cultura nordestina e da cultura junina”, comentou Lau.

A coordenadora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Lu Maia, destacou os fatores que influenciam nas vendas. “A gente primou, fez um trabalho de muito planejamento e o resultado são boas vendas. As pessoas também estão satisfeitas por conta das ações culturais que acontecem dentro do Salão como atrações infantis e forró pé-de-serra. Estamos juntando economia, arte e cultura em um só espaço”, explicou.

O gerente do Sebrae em Campina Grande, João Alberto, ressaltou a importância da parceria com o Sebrae-PB nas edições dos salões. “Sucesso total nas vendas é isso o que o artesão quer. Além da venda no varejo, eles realizam negócios com lojistas de outros Estados que encomendam grande quantidade de peças”, adiantou.

O artesão Ricardo da Silva produz esculturas em madeira. “Todo ano, a gente vende bem e este ano não tem sido diferente”, comemorou.

O 22º Salão de Artesanato da Paraíba tem atraído muitos turistas, além dos paraibanos e campinenses. A enfermeira e advogada, Waldete Santos, de Brasília, visitou o evento com a família. “Estamos visitando pela primeira vez e estão de parabéns os artesãos pela originalidade das peças com características do Nordeste e estamos levando algumas coisas”, enfatizou.

Serviço - O Salão funciona diariamente das 15h às 22h. A visitação é gratuita. O PAP é vinculado à Secretaria de Estado de Turismo Desenvolvimento Econômico. O evento conta com o apoio do Governo Federal, Linhas Círculo, Made in Paraíba, Escola de Inglês CNA, IFPB, Água Mineral Indaiá e Grupo 3 Corações.

 

 

 


Assessoria