Ricardo recebe empresários americanos que vão instalar estaleiro na Paraíba

Ricardo recebe empresários americanos que vão instalar estaleiro na Paraíba

O governador Ricardo Coutinho recebeu, na manhã desta quarta-feira (4), na Granja Santana, um grupo de investidores americanos da Mckilling Services Company, com sede em Nova Iorque, que vai instalar um estaleiro de reparos no município de Lucena (Litoral Norte), no valor de R$ 2 bilhões. Esse será um dos maiores investimentos privados instalados na Paraíba e que vai gerar 1.500 empregos diretos e cerca de 4.500 empregos indiretos. Trata-se do primeiro grande estaleiro a ser instalado no Atlântico Sul.

Bastante receptivo ao empreendimento, o governador Ricardo Coutinho afirmou que o Estado tem interesse nesse projeto, que com certeza vai mudar todo o perfil da região. “O que almejamos é que a Paraíba desponte no cenário importante da economia mundial no trabalho de reparo de grandes embarcações feito por grandes empresas”, disse o governador, antecipando que o Estado fará sua parte de infraestrutura em tempo hábil.

Durante a visita, os investidores da Mckilling Services Company, David Saginaw e James Doyle, mostraram a licença ambiental expedida pela Sudema, confirmando que o investimento já deu o primeiro passo para ser instalado na Paraíba.

A empresa ao ser instalada, segundo o representante do grupo na Paraíba, consultor Roberto Braga, vai desenvolver parcerias com diversas outras empresas ligadas à navegação, atraindo assim milhares de empregos indiretos. Braga revelou que apenas 7% do tráfego do Atlântico Sul, ou seja, dos grandes navios da marinha mercante internacional, seria suficiente para encher o estaleiro. “Navios de até 500 metros de comprimento vão poder fazer suas revisões aqui no estaleiro que será instalado onde acontecia a pesca da baleia, em Lucena”, adiantou.

A obra da construção do estaleiro será iniciada no final do ano de 2016 no município de Lucena e vai atrair para a área empresas de transportes, da indústria hoteleira e restaurantes. O objetivo dos investidores é fazer com que a empresa comece a operar no ano de 2018.

Desde dezembro de 2013, o grupo assinou um protocolo de intenções para montar no município de Lucena o maior estaleiro de reparos. Roberto Braga explicou que a cada cinco anos um navio para ter o seguro para poder navegar precisa parar num estaleiro para fazer revisão geral, segundo as leis internacionais de navegação, e agora, a partir da instalação do estaleiro da Mckilling Services Company, esse trabalho vai poder ser feito no litoral paraibano.

O secretário da Infreaestrura, Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, disse que a expectativa por parte do Governo do Estado com esse empreendimento para o Estado é grande, uma vez que, além da geração de receita, vai gerar emprego e renda para os moradores da região.

Por sua vez, a presidente da Companhia de Desenvolvimento Industrial da Paraíba (Cinep), Tatiana Domiciano, afirmou que o estaleiro de reparos de navegações de grande e médio porte é um projeto que vai revolucionar a região, tendo em vista que vai atender a embarcações que trafegam para a Europa, África e América do Norte e atrair diversas outras empresas. “Estamos seguindo orientações do governador, a fim de fazer o zoneamento da área de acordo com o Plano Diretor do Município”, disse.

Também presente à reunião, o prefeito de Lucena, Marcelo Monteiro, disse que esse empreendimento vai ser a redenção do município de Lucena e vai fazer com que os moradores ampliem os horizontes. “Afinal serão cerca de 1.500 empregos diretos e mais de 4 mil indiretos valorizando a mão de obra da cidade”, observou.

 

 

Secom-PB