Ricardo participa do “Dia 0” do Fórum de Governança da Internet nesta segunda-feira

Ricardo participa do “Dia 0” do Fórum de Governança da Internet nesta segunda-feira

O governador Ricardo Coutinho, secretários de Estado, ministros e outras autoridades participam nesta segunda-feira (9), do “Day 0” da décima reunião anual do Fórum de Governança da Internet, que acontece a partir das 14h, no Centro de Convenções de João Pessoa. O “Day 0” é uma das atividades do fórum e é assim chamado por ser organizado pelo país sede um dia antes do início oficial da programação da Organização das Nações Unidas (ONU). 

A secretária executiva dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, Francilene Procópio, informou que o “Dia 0” tem uma programação que concentra 17 atividades paralelas de iniciativa do país que hospeda o evento. “A pauta brasileira foi feita em conjunto com o Ministério das Comunicações e iremos discutir especialmente a agenda da internet pós-2015 e os desafios da inclusão digital do próximo bilhão de pessoas no planeta”, relatou a secretária. Ela acrescentou que no Brasil, metade da população tem acesso à internet e a outra metade busca a inclusão – mais um desafio a ser tratado por políticas públicas em parceria com a iniciativa privada.

Entre outros temas a serem tratados estão o fortalecimento do modelo multissetorial, neutralidade da internet e disponibilidade de serviços. Representando a presidente Dilma Roussef, estarão o ministro das Comunicações, André Peixoto Figueiredo Lima; e o ministro da Ciência, Tecnologia e Informação, Celso Pansera. A partir desta reunião, é gerada uma carta das autoridades presentes na reunião realizada em João Pessoa com as recomendações das autoridades brasileiras à ONU.

Inscritos - Até agora, cerca de 2.300 pessoas, entre estrangeiros e brasileiros, estão inscritas para a décima reunião anual do Fórum de Governança da Internet da ONU (IGF), promovido pela Secretaria-geral da ONU e acolhido pelo Governo do Brasil, que acontece de 9 a 13 de novembro em João Pessoa, no Centro de Convenções. O evento terá como tema “Evolução da Governança da Internet: empoderando o desenvolvimento sustentável”.

Segundo o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), Claudio Furtado, membro da Comissão Organizadora do IGF em João Pessoa, a informação que possui até o momento é de que há aproximadamente 1.300 estrangeiros inscritos e pouco menos de mil brasileiros participantes, podendo este número aumentar um pouco mais até o início do evento.

Furtado também informou que nos casos de autoridades estrangeiras e diplomatas, as respectivas embaixadas estão se responsabilizando pelas estadias dos participantes, tendo a organização brasileira previamente reservado aproximadamente dois mil leitos em hotéis da cidade.

O secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, lembrou que o IGF traz a João Pessoa líderes de empresas, instituições e órgãos de todo o mundo. “Entre os estrangeiros inscritos estão diretores executivos de grandes empresas, como as de telefonia, a Google, além de representantes de embaixadas de vários países”, confirmou.

IGF - O Fórum de Governança da Internet é um fórum multissetorial, democrático e transparente que promove debates sobre questões de políticas públicas relativas a elementos importantes da governança da Internet. O IGF fornece uma plataforma facilitadora para discussões entre todos os setores envolvidos na governança da Internet, incluindo as entidades credenciadas pela Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação (CMSI), bem como outras instituições e indivíduos com especialidade comprovada e experiência em assuntos relacionados à governança da Internet.

O Fórum deste ano abordará oito subtemas: Cibersegurança e confiança; Economia da Internet; Inclusão e diversidade; Abertura de acesso; Reforçando a cooperação multissetorial; Internet e os Direitos Humanos; Recursos críticos da Internet; e questões emergentes. Uma série de atividades paralelas ocorrerão durante as sessões do IGF, incluindo mais de 100 workshops e outros eventos interativos, organizados por partes interessadas em facilitar os debates entre os participantes de todo o mundo.

Embora não haja um resultado negociado, o Fórum proporciona uma plataforma global única para as diversas partes interessadas tanto de países desenvolvidos quanto em desenvolvimento para que dialoguem sobre questões de políticas públicas relacionadas com a Internet. O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) afirma que esse conhecimento e novas políticas tiradas a partir do evento de João Pessoa serão disseminadas em todo o mundo. Segundo Cláudio Furtado, os debates realizados nos Fóruns municiam a ONU em suas assembleias gerais.

O Fórum foi criado pela Organização das Nações Unidas no ano de 2006, pelo então secretário-geral, Kofi Annan, e vem sendo realizado anualmente em vários países. Mais informações podem ser encontradas nos endereços http://www.igf2015.br/pt-BR/index.html e http://www.intgovforum.org.

 

 

 

Secom-PB