Ricardo inaugura mais dois trechos do Anel do Cariri e tira mais um município do isolamento

Ricardo inaugura mais dois trechos do Anel do Cariri e tira mais um município do isolamento

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nessa sexta-feira (11), a pavimentação de mais dois trechos da rodovia Anel do Cariri: a PB-196 (Camalaú/Congo) e a PB-214 (Congo/divisa da Paraíba com Pernambuco) aproximando o Estado do polo de confecções de São João do Cariri. O município de Camalaú é o 16º a sair do isolamento e entrar no mapa rodoviário do Estado.

Somente nos dois trechos entregues, o Governo do Estado investiu mais de R$ 19,5 milhões para a pavimentação de 17 km da rodovia Camalaú/Congo, e 16,1 km de Congo a Jataúba, em Pernambuco, interligando os dois Estados.  Em novembro do ano passado, Ricardo inaugurou o primeiro trecho do Anel do Cariri a PB-264, ligando Zabelê/São Sebastião do Umbuzeiro. 

Ricardo destacou que os municípios do Congo e Camalaú venceram o maior problema que era a falta de acesso, que isolava o povo e acentuava os problemas sociais. “Estamos aproximando essa região do polo de confecções de Santa Cruz do Capibaribe, facilitando o escoamento da produção agrícola e da piscicultura nesta região. É um momento de felicidade porque estamos fazendo história e possibilitando que o Cariri pense alto e se encha de esperança para o futuro”, ressaltou Ricardo.

Ele ainda afirmou que as obras do Anel do Cariri seguem dentro do programado, com a construção de 204 km de estradas interligando Monteiro, Zabelê, São Sebastião do Umbuzeiro, São João do Tigre, Camalaú,Congo, Caraúbas, São Domingos, Cabaceiras, Boqueirão e Queimadas. “Esta é a maior obra rodoviária da Paraíba e temos a certeza que era o que mais a região necessitava para despertar suas potencialidades”, completou.

O vice-governador Rômulo Gouveia lembrou que, desde a primeira vez que veio a Camalaú, acompanhado do ex-deputado João Fernandes, sentiu as dificuldades para chegar ao município e recebeu inúmeros pedidos para trazer o acesso asfáltico.  “Como filho de um caririzeiro e esposo de uma caririzeira, estou feliz e realizado ao ver os municípios saindo do isolamento”, comemorou Rômulo.

O superintendente do DER, Carlos Pereira, lembrou que teve a oportunidade, quando diretor do Departamento de Estradas de Pernambuco, de inaugurar a estrada de Jataúba, na divisa com a Paraíba, e que agora no DER entrega o trecho do Congo na divisa com Pernambuco, dentro do Anel do Cariri. Carlos destacou que, em pouco mais de três anos, o Governo do Estado atingiu a marca de 1004 km de estradas inauguradas e com mais 1.100 km em andamento.     

Os moradores de Camalaú e Congo foram às ruas agradecer pelas estradas. Ao todo, 12 prefeitos participaram das solenidades. Fernando Queiroz (São J. dos Cordeiros), Jacinto Bezerra (Camalaú), Romualdo Quirino (Congo), Doutor Neto (Sumé), Givaldo Limeira (Coxixola), Eduardo Torreão (Serra Branca), Josemar (Parari), Júnior Nóbrega (Prata), Severino Dudu (Caraúbas), São João do Tigre (Célio Barbosa), Débora Farias (Salgadinho) e Luci Costa (Barra de São Miguel). 

Também prestigiaram as solenidades, os deputados estaduais Adriano Galdino, Eva Gouveia, Doda de Tião e Manoel Ludgério, o diretor da Cinep, João Fernandes, e o jornalista e ex-secretário de Comunicação de Pernambuco, Evaldo Costa.    

O prefeito de Camalaú, Jacinto Bezerra, afirmou que o município está a 70 km do maior polo de confecções do Nordeste, em Santa Cruz. E que a rodovia vai favorecer pequenas fábricas que já existem em Camalaú e Congo e estimular o surgimento de novos empreendimentos na região. “Com a estrada e a oferta de água, vamos fortalecer o nosso comércio e, ao mesmo tempo, oferecer uma maior qualidade de vida para a população”, observou.    

De acordo com o prefeito do Congo, Romualdo Quirino, o Governo da Paraíba encurtou distâncias e aproximou o desenvolvimento da região com a oferta de água e o incentivo ao turismo, comércio e confecções. “Estamos abrindo um novo ciclo de desenvolvimento”, avaliou.       

Para o motorista de ambulância Adenildo Alves, morador de Camalaú, os investimentos representam qualidade de vida e melhoria das condições de trabalho.  “Nos períodos de chuva, a gente não conseguia chegar ao município, seja vindo de Monteiro ou de Campina Grande. Quando os riachos de água subiam, só se passava de canoa, mas agora temos um acesso digno seja para Campina Grande ou Caruaru e Santa Cruz”, ressaltou.

O caminhoneiro do Congo, Josinaldo Gonçalves, contou que foram 30 anos de sofrimento, e que viu muitos acidentes, um deles envolvendo uma pessoa da própria família.  “Tudo mudou com essa estrada e os meus filhos não vão passar o que eu passei”, completou Josinaldo. 

A pavimentação do Anel do Cariri vai contemplar 120.723 habitantes com 204 km de estradas ligando os municípios de Sebastião do Umbuzeiro, São João do Tigre, Camalaú, Caraúbas e São Domingos do Cariri, Cabaceiras, Boqueirão e Queimadas.

Os principais serviços em execução são terraplenagem, pavimentação asfáltica, nove pontes em concreto armado, bueiros, drenagem profunda e superficial, cercas, gramagem de taludes e sinalização horizontal e vertical.

Secom-pb