Ricardo fala que PB tem exportado experiências em moradias e destaca residências sustentáveis

Ricardo fala que PB tem exportado experiências em moradias e destaca residências sustentáveis

O governador Ricardo Coutinho (PSB) defendeu o fim da padronização das moradias do programa Minha Casa Minha Vida e destacou projetos de moradia na  Paraíba que estão servindo de molde para o Brasil.


Coutinho destacou que o programa do governo federal não pode mais fazer o mesmo modelo de casa para o Rio Grande do Sul ao Amazonas. “Nós batalhamos muito para que houvesse flexibilidade, não faz sentido você ter um aquecedor de água em cima de uma casa no sertão quando na verdade deveria ter uma placa de energia solar fotovoltáica para transformar energia do só em elétrica e ao mesmo tempo diminuir a conta de energia e o crédito voltar para a conta do morador”, explica.


Durante o lançamento do programa “Construção Consciente”, o socialista afirmou que essas são coisas ‘óbvias’, mas que antes não podia fazer e lembrou que fez em João Pessoa em fase de testes algumas casas populares com o sentido de implantar a energia fotovoltaica.


“Nos próximos conjuntos vamos colocar ciclovias por dentro, as casas buscarão ter um padrão de maior ventilação e claridade, além do acúmulo de água. Com essa necessidade de água que o mundo tem, você poder acumular água das chuvas no período chuvoso… A casa do futuro é sustentável, é isso o que a Cehap vem fazendo para colocar à disposição do governo federal, como fez com o Cidade Madura. Estamos acumulando muitas experiências diferenciadas e creio que isso eleva o padrão não só construtivo, mas também a qualidade de vida de quem mora nessas casas”, conta.

 

 


 


Marília Domingues / Fernando Braz