Ricardo descarta neutralidade em 2014 e não garante apoiar Cartaxo 16

Ricardo descarta neutralidade em 2014 e não garante apoiar Cartaxo 16

Candidato a reeleição pelo PSB, o governador Ricardo Coutinho descartou nesta quarta-feira (30) se manter neutro nas eleições presidenciais este ano e não deu como certo o apoio dele a uma eventual candidatura a reeleição do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, em 2016.

“Meu candidato chama-se Eduardo Campos (PSB)”, disse Ricardo sobre a disputa pelo Palácio do Planalto, reafirmando seu empenho na candidatura socialista e pondo fim a especulação de que poderia se manter neutro no pleito presidencial por causa da aliança com o Partido dos Trabalhadores na Paraíba.

“Eduardo deve ir para o segundo turno sim”, disse Coutinho que, com este cenário, não descarta a possibilidade de confronto do PT com o PSB na segunda fase da disputa deste ano.

Questionado se a aliança com o PT deverá continuar nas eleições municipais de 2016, guando Luciano Cartaxo poderá concorrer à reeleição, o governador foi enfático: “depende das circunstâncias”. “Estamos elaborando um projeto conjunto para a Paraíba e para João Pessoa, até lá discutiremos isso”, concluiu.

O PT da Paraíba indicou o candidato ao Senado, Lucélio Cartaxo, na coligação encabeçada por Ricardo, mas o acordo estadual é questionado na Justiça Eleitoral pelo comando nacional dos petistas que quer fazer com que o partido se una a candidatura de Vital do Rêgo (PMDB). Uma das hipóteses de apaziguar as doenças petistas era que o governado se mantivesse neutro na disputa eleitoral, tese que foi descartada pelo próprio socialista.

Integrantes do PT na Paraíba afirmam que não abrem mão da aliança com o PSB para uma união com o PMDB.



MaisPB com informações da Rádio Sanhauá