Ricardo Coutinho pretende aproveitar encontro com Dilma hoje para reafirmar pleitos da Paraíba

Ricardo Coutinho pretende aproveitar encontro com Dilma hoje para reafirmar pleitos da Paraíba

O governador Ricardo Coutinho (PSB) participa hoje, ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT) e de outras autoridades, da inauguração da fábrica da Fiat em Goiana – PE. O governador revelou que vai aproveitar o encontro para reafirmar as reivindicações feitas pelos governadores do Nordeste no último encontro com a presidente em Brasília.

“A presidente sabe das nossas necessidades, mas é claro que num momento como este, sempre haverá um espaço para conversarmos sobre nossos pleitos irei reafirmá-los”, declarou.

A reivindicação mais urgente é a liberação recursos destinados a ações para combater os efeitos da estiagem, que chegam a R$ 75 milhões. 

Para o governador Ricardo Coutinho, a instalação de uma montadora como a da Fiat pode ajudar a melhorar os índices de desenvolvimento humano em ambos os estados, principalmente nas regiões mais carentes.

“Com a instalação de uma montadora como uma Fiat nessa divisa, teremos a expansão de um polo que envolve no mínimo cinco municípios paraibanos, como Alhandra, Caaporã, Pitimbu, Pedras de Fogo e do Conde, e oito municípios pernambucanos”, explica Ricardo Coutinho, adiantando que ainda quando Eduardo Campos era governador de Pernambuco iniciou um diálogo para a criação de uma região integrada de desenvolvimento econômico.

“A ideia é que a gente possa praticar políticas públicas conjuntas, para fazer com que esses indicadores sociais tenham um crescimento mais acelerado”, completa.

Além da fábrica, 16 fornecedoras de material para a fabricação de carros se instalaram na região, sendo três delas na Paraíba. A EFG, pertencente ao Grupo GME Brasil, é responsável pela fabricação de robôs e diversos dispositivos e programas utilizados na linha de montagem. É um dos principais fornecedores de engenharia de manufatura da América do Sul e, além da Fiat, tem como clientes diversas montadoras, como a Volkswagen, General Motors, Ford e outras. O investimento é de R$ 8,4 milhões.

 

 
 


Da redação