Ricardo Coutinho é reeleito governador da Paraíba com 53% dos votos válidos

Ricardo Coutinho é reeleito governador da Paraíba com 53% dos votos válidos

Os eleitores da Paraíba escolheram manter Ricardo Coutinho (PSB) no cargo de governador do Estado por mais quatro anos. Pouco mais de 2,7 milhões de paraibanos foram às urnas neste domingo (26) e reelegeram o socialista, que teve 52,59% dos votos válidos, com 99,5% de urnas apuradas, às 18h42. Ricardo Coutinho disputou o segundo turno das Eleições 2014 com Cássio Cunha Lima, do PSDB, que recebeu 47,41% dos votos válidos. Pouco mais de 504,8 mil não compareceram ao pleito, o que corresponde a cerca de 18%. Brancos e nulos somaram 7,92%

No segundo turno, Ricardo Coutinho teve 1,1 milhão de votos válidos, enquanto Cássio teve 1,01 milhão dos votos válidos. Nas redes sociais, o socialista agradeceu pelos resultados e prometeu fazer o o melhor mandato.

"Vou fazer o melhor mandato da minha vida".

Ricardo agradeceu na internet

No primeiro turno, Ricardo Coutinho havia conquistado 46,05% dos votos, o equivalente ao apoio de 937.009 eleitores. Já o candidato tucano teve 47,44%, cerca de 965.397 dos votos válidos. Na segunda etapa das eleições, Ricardo Coutinho recebeu apoio do terceiro candidato mais votado no primeiro turno, Vital do Rêgo Filho, e do senador eleito José Maranhão. Os demais postulantes ao cargo de governador – Antônio Radical (PSTU), Major Fábio (PROS) e Tarcio Teixeira (PSOL) – não apoiaram nenhum dos concorrentes no segundo turno. 

Durante a corrida eleitoral, Ricardo Coutinho, prometeu a aquisição de tecnologias para monitoramento das vias públicas de João Pessoa e Campina Grande e de novos equipamentos de proteção individual para os agentes de segurança; renovação da frota automotiva dos órgãos de segurança; manutenção de estradas e ampliação de rodovias estaduais que interliguem as cidades paraibanas; e ampliação dos serviços de esgoto e água tratada nas áreas urbanas e rurais.

O socialista também defendeu a criação de programas especiais que defendam minorias como a Mulher, a classe LGBT e idosos; desenvolver ações que evitem a manifestação dos agentes que influenciam a atividade criminosa; qualificação da atenção à saúde em suas múltiplas complexidades; construção de unidades habitacionais em cidades com população superior a 50 mil habitantes; e urbanização de assentamentos precários na Região Metropolitana.


Ricardo Vieira Coutinho

Natural de João Pessoa, Ricardo Coutinho começou sua carreira política em 1992, quando foi eleito vereador de João Pessoa pelo PT, com 1.381 votos. Em 1996, foi reeleito parlamentar tendo o apoio de 6.917 eleitores, sendo o candidato mais votado naquele pleito. Dois anos depois, foi eleito deputado estadual, com 25.388 votos. Em 2002, foi reeleito com 47.912 votos.

Por problemas internos com o partido, Ricardo deixou o PT em 2003 e ingressou no PSB. No ano seguinte, se candidatou a prefeito da capital paraibana e venceu no primeiro turno com 64,45% dos votos. Em 2008, conquistou a aprovação de 262 mil pessoenses e foi reeleito gestor do município.

Dois anos depois, renunciou ao mandato de prefeito para concorrer às eleições estaduais, com o apoio de Cássio Cunha Lima. Ele venceu a disputa no segundo turno, com mais de 1 milhão de votos, que representaram 53,70% dos votos válidos.

Conforme era previsto, lançou sua candidatura à reeleição em 2014, substituindo o vice do primeiro mandato, Rômulo Gouveia, por Lígia Feliciano, do PDT.

Ricardo Vieira Coutinho é farmacêutico e tem 53 anos.