Ricardo anuncia retomada de instalação de poços e cisternas nos quilombos

Ricardo anuncia retomada de instalação de poços e cisternas nos quilombos

O governador Ricardo Coutinho anunciou, na manhã desta quinta-feira (12), a retomada da instalação de poços artesianos, de cisternas e o melhoramento do acesso aos quilombos, durante audiência com representantes da Associação de Apoio às Comunidades Afrodescendentes (AAcade), lideranças quilombolas e auxiliares do Governo. Na ocasião, foram discutidas demandas como acesso à água, infraestrutura das comunidades, construção de habitações, segurança alimentar, realização de cursos de capacitação e segurança pública nas 38 comunidades quilombolas reconhecidas no Estado, que foram apresentadas em documento.

O governador Ricardo Coutinho afirmou que as comunidades quilombolas são tratadas como prioridade pelo governo e que a orientação para todas as secretarias é que ampliem as parcerias e acelerem os investimentos para resolver as demandas históricas de um povo que durante muito tempo ficou esquecido pelo poder público. Ele solicitou à Secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ciência e Tecnologia e ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) que priorizem as demandas de poços e cisternas, o desenvolvimento de ações produtivas e a melhoria dos acessos aos quilombos.

Outra prioridade dos quilombolas são investimentos em habitações rurais nas comunidades de Pitombeiras, em Várzea; Barra de Oitis, em  Diamante; São Pedro, em Catolé do Rocha; Suassuna, Areia Verão e Vila Teimosa, em Livramento; e Serra Feia e Aracati, em Cacimbas.  O diretor técnico da Cehap, Cláudio Batista, informou que já está contratada a construção de 145 casas em quilombos, mas o órgão espera a liberação dos recursos por parte da Caixa e do Governo federal. "Infelizmente está havendo muita dificuldade na liberação dos recursos para as habitações rurais. Mas por orientação do governador, vamos estudar formas de investir com recursos próprios do Pró- Moradia ou do PSH nas situações mais emergenciais", observou.

A presidente da Associação de Apoio às Comunidades Afrodescendentes, Francimar Fernandes, classificou a reunião como muito positiva por “amarrar” alguns pontos e compromissos com os secretários que vão fazer avançar a questão das demandas já colocadas, como a perfuração de poços e cisternas, já em execução, e o acesso aos quilombos. "O governador demonstrou muita atenção e determinação na resolução das pendências.  No caso das habitações, que é o maior problema, ele pediu para a Cehap fazer um levantamento e estudar formas de construir casas nas comunidades com maior vulnerabilidade social", destacou.

Francimar Fernandes acrescentou que, desde que assumiu em 2011, Ricardo abriu as portas do Governo do Estado para as comunidades quilombolas e implementou várias políticas públicas e ações de reconhecimento da importância cultural do povo negro. "Em algumas áreas as ações não aconteceram na velocidade desejada, mas acreditamos que com esse novo contato as ações virão num ritmo desejado e dará ao povo quilombola uma melhor qualidade de vida", comentou.

O presidente da Associação dos Quilombolas Barra de Oitis, em Diamante, Antônio Delfino, agradeceu ao Governo do Estado por ações realizadas, como a implantação do sistema de abastecimento de água na comunidade e a distribuição de alimentos, e solicitou a melhoria da estrada de acesso. "Ricardo Coutinho foi o único governador a visitar o nosso quilombo e para levar um sistema de abastecimento que mata a sede de mais de 200 famílias”, enfatizou.

Também participaram da audiência o diretor do DER, Antônio Fleming; o diretor de Recursos Minerais da Seimarhct, Marcelo Falcão; o diretor técnico da Cehap, Claudio Batista; a secretária da Mulher e Diversidade Humana, Gilberta Soares; o secretário de Segurança e Defesa Social, Claudio Lima; o secretário de Planejamento e Finanças, Tarcio Pessoa; o presidente da gestão integrada, Emater, Interpa e Emepa, Nivaldo Magalhães; e a representante da Secretaria de Desenvolvimento Humano, Francicleide Fernandes.

Representaram os quilombolas na audiência Geilsa Roberto (Mituaçu-Conde), Geraldo Gomes (Bomfim-Areia), Leonilda Coelho (Grilo- Riachão de Bacamarte.), Luis José (Fonseca-Manaira),  Francisca Maria da Silva (Catolé do Rocha),  Antonio Bugari (Barra do Oitis-Diamante), Damião (Pitombeira-Varzea), José Pequeno (Barreira-Coremas) –Francimar Fernandes e Luis Zadra acompanham pela AAcade.

 

 

 

Secom-PB