Ricardo afirma que TCE está politizando instalação do TCM: ‘querem demonizar e semear pavor’

Ricardo afirma que TCE está politizando instalação do TCM: ‘querem demonizar e semear pavor’

Em entrevista ao programa Rádio Verdade, da Rádio Arapuan, o governador Ricardo Coutinho (PSB), avaliou sobre a instalação do Tribunal de Contas do Município (TCM), que está em discussão na Assembléia Legislativa (AL). Para ele, a pauta está sendo utilizada para fins políticos para criar um mal estar entre a população e o governo.

“Eu vejo muita conversa, deturpação, jogo de números e semeadura de pavor. Estão criando uma verdadeira histeria onde não deve”, disse.

Segundo Ricardo, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) não deveria interferir nos debates da AL, já que o órgão é subordinado à Casa de Epitácio Pessoa e não ao contrário. Ele informou ainda que, diferente do que tem sido divulgado, a instalação do TCM não trará prejuízos ao estado porque a verba virá do TCE.

“Se eu for abrir uma escola técnica, uma Casa da Cidadania e acabar aumentando a receita de um município, não vou contar com o TCM para melhorar a prestação de serviço?”, indagou.

Ricardo ainda negou que as suposições de que seriam gastos mais de R$ 5 milhões mensalmente com o tribunal dizendo que era conversa fiada. Sobre as acusações de que o TCM seria utilizado como centralização de poder do governador para ameaçar os prefeitos, Ricardo foi taxativamente ao afirmar que estará apenas cumprindo a lei.

“Dizem isso para demonizar e partidarizar o projeto e isso já é costume na política paraibana, mas eu não participo desse debate”, arrematou.

 

 


Yves Feitosa