Ricardo admite não ser candidato em 2018 se for melhor para o PSB

Ricardo admite não ser candidato em 2018 se for melhor para o PSB

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) disse que pode ficar fora da disputa eleitoral de 2018  e concluir o mandato até o fim, caso o partido ache imprescindível. Mas não descartou a possibilidade de concorrer a uma vaga no Senado. "Eu jogo onde for melhor para o time, não tenha a menor dúvida. Eu jogo por time, se a gente achar melhor que eu fique, eu ficarei. Se acharem que devo fazer parte de uma chapa, eu farei parte da chapa. Isso é uma coisa que não me incomoda”, declarou Coutinho, nesta segunda-feira (10).

Na oportunidade, Ricardo Coutinho destacou ainda que estar fora da disputa eleitoral não significa o enfraquecimento do partido (PSB) ao qual pertence, ao contrário do que têm dito "alguns precipitados, que não puderam sequer subir em palanque, porque eram rechaçados por candidatos do próprio partido, que acham que o governo que eu apenas represento chegará frágil nas eleições". Ricardo mencionou que as estradas, adutoras, hospitais e escolas que foram construídas o credenciam para a continuidade do projeto, diferentemente daqueles que sobrevivem da política de "tapinha nas costas e promessa fácil".

Por isso, Ricardo Coutinho disse que o resultado das eleições deste ano não enfraqueceu o partido e que o Governo (o qual representa e é composto por vários partidos), no momento oportuno, vai apresentar um nome que possa conduzir a continuidade do atual projeto político. "Alguém que represente a simbologia da continuidade desse processo de mudança que a Paraíba passa", finalizou.

 

 

Click PB