Restaurantes e setor imobiliário dominam lavagem de dinheiro na PB

Restaurantes e setor imobiliário dominam lavagem de dinheiro na PB

Restaurantes, postos de combustíveis e setor imobiliário dominam a prática ilícita de lavagem de dinheiro na Paraíba. A informação é do advogado e doutor em Direito Penal, Rômulo Palitot, que nesta quarta-feira (13), proferiu palestra na I Jornada Jurídico-administrativa do Unipê.

Rômulo Palitot destaca que a lavagem de dinheiro é “uma necessidade para os agentes delinqüente, que precisam distanciar o bem adquirido criminal para posteriormente tirarem proveitos, com a aquisição de carros de luxo, imóveis, gastando de forma tranqüila”.

“O objetivo é tirar proveito de forma impune dos valores ilícitos, gastando cerca de 30% no processo de lavagem”, completou.

Também ministraram palestras no evento Luciano Nascimento, doutor em Direito Penal;  e Lara Sanabria, mestre em Direito.

“Mais uma vez o Unipê parte na frente para discutir temas atuais e polêmicas, a exemplo da corrupção e lavagem de dinheiro”, disse.

 

 

 

 

 

MaisPB