Resolução exige que petistas entreguem imediatamente cargos no governo Ricardo

Resolução exige que petistas entreguem imediatamente cargos no governo Ricardo

 

Reunidos na noite desta quarta-feira (20), o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores aprovou resolução onde exige aos filiados lotados na administração estadual que entreguem imediatamente seus cargos.

Segundo a resolução, “o Partido dos Trabalhadores tem agora a tarefa de avançar na construção de um novo projeto para a Paraíba, fortalecendo o bloco PT PP PSC, lançando candidaturas ao Governo do Estado e ao Senado, ampliando as bancadas na Câmara Federal e na Assembléia Legislativa”.

Ainda segundo a resolução aprovada pela executiva estadual do Partido dos Trabalhadores, “diante do rompimento do PSB com o governo Dilma e a condição de oposição do PT ao governo do PSB na Paraíba, a executiva desautoriza qualquer filiado a participar do governo estadual. O PT conclama os companheiros a deixarem a gestão do projeto antagônico a posição partidária e a construir o projeto de uma Paraíba para todos”.

 Confira a integra da resolução:


RESOLUÇÃO POLÍTICA


1. Reunida no dia 20 de novembro, Dia de Zumbi dos Palmares, Dia da Consciência Negra, a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores saúda toda a militância do PT pela participação no Processo de Eleições Diretas (PED) que aconteceu em todo o Brasil no último dia 10 de novembro, especialmente a militância petista do estado da Paraíba, ao tempo que parabeniza a todos os candidatos e candidatas que disputaram e engrandeceram a democracia partidária nos níveis municipais, estadual e nacional, convidando os militantes de Campina Grande, Patos, Guarabira e Santa Rita para participarem do 2º turno das eleições para a direção municipal.


2. O Partido dos Trabalhadores tem agora a tarefa de avançar na construção de um novo projeto para a Paraíba, fortalecendo o bloco PT PP PSC e lançando candidaturas ao governo do estado e ao senado, assim como ampliando as bancadas na Câmara Federal e na Assembléia Legislativa, para isso realizará atividades partidárias que fortaleçam a participação popular e definam diretrizes do programa de governo em sintonia com as conquistas e desafios dos governos Lula e Dilma.


 

3. Ainda diante do rompimento do PSB com o governo Dilma e a condição de oposição do PT ao governo do PSB na Paraíba, a executiva desautoriza qualquer filiado a participar do governo estadual. O PT conclama os companheiros a deixarem a gestão do projeto antagônico a posição partidária e a construir o projeto de uma Paraíba para todos.


4. Coerente com o sentimento da militância petista e com a história do PT avançaremos na construção de uma nova força politica no estado, unindo não só o bloco partidário PT PP PSC, mas, sobretudo a sociedade civil organizada e os movimentos populares as diversas regiões da Paraíba.


Paraíba, 20 de novembro de 2013.

Comissão Executiva Estadual

 

Da Redação (com Assessoria)
WSCOM Online