Representante da Aesa promete operação para desobstruir leito do rio Piancó em Conceição

Representante da Aesa promete operação para desobstruir leito do rio Piancó em Conceição

Em uma reunião, que contou com o promotor da cidade de Conceição, Ernani Lucas, representantes da Ana(Agências Nacional de Águas) e da Aesa(Agência Executiva de Gestão das Águas), prefeito municipal de Conceição Nilson Lacerda, vice-prefeito de Santa Inês Francisco Sales, alguns vereadores e diversos agricultores, que sofrem com os problemas, causados pela falta d’água nos leitos dos rios, que banham os municípios de Conceição e Santa Inês, o Diretor da Aesa Chico Lopes, prometeu usar até a força policial, caso seja necessário para entrar nas propriedades rurais, banhadas pelos rios, para que todas as obstruções sejam retiradas. A medida, que já começou a ser feita, inclusive com a compreensão de diversos proprietários de propriedades que recebem as águas, que descem do açude Condado, tem como objetivo fazer com as águas desçam e cheguem a todos os ribeirinhos do Vale do Piancó. A reunião aconteceu, na manhã desta terça-feira(4), no plenário da Câmara dos vereadores da cidade de Conceição.

O Ministério Público, representado pelo Promotor Ernani Lucas, fez o mapeamento de todos os açudes da região, juntamente com os órgãos responsáveis pelo controle das águas e garantiu empenho para que o problema seja imediatamente resolvido. O promotor prometeu empenho e acompanhará o representante da Aesa, que levará máquinas e homens para a desobstrução dos leitos dos rios.

Já o prefeito de Conceição e o vice-prefeito de Santa Inês se comprometeram de disponibilizarem das máquinas para a operação.

O momento mais forte da reunião trouxe a voz sofrida de um agricultor, que fez duras críticas à Ana. Segundo ele, o órgão está muito distante dos agricultores ribeirinhos. O agricultor disse que, caso a situação não seja solucionada, os agricultores serão obrigados a deixarem seus sítios e morarem em periferias, expondo seus filhos à marginalidade, por falta do que oferecerem para seus sustentos. “ Eu me sinto inútil, diante dos meus filhos. Do jeito que estar seremos obrigados a pegarmos nossos “trampos” e procurarmos periferias para morarmos, expondo nossos filhos a viveram na criminalidade, pois não teremos o que oferecer. Solução existe, basta que os órgãos realmente queiram. Caso não se resolvam estaremos ‘fritos’”, desabafou o agricultor, que foi demoradamente, aplaudido.

Chico Lopes marcou para a manhã desta quarta-feira(5), a continuidade dos trabalhos de desobstrução dos leitos dos rios, a partir da passagem molhada, que fica localizada na saída da cidade de Conceição para a cidade de Santa Inês. Uma comissão de agricultores se comprometeu de também participar com a mão de obra voluntária. O diretor pediu a ajuda de todos os agricultores, mas não descartou o uso da lei, caso haja alguma residência do acesso aos rios, por parte de algum proprietário de terra.

A mesa foi composta por Ernani Lucas, Promotor Público, pelo assistente da promotoria Sinval Oliveira, pelo Diretor da Ana Flávio José Castro, pelos diretores da Aesa Chico Lopes, Porfírio Catão e Pedro Freire, além do presidente da Aesa João Vicente Machado, do prefeito da cidade de Conceição Nilson Lacerda e do vice-prefeito de Santa Inês Francisco Sales.

 

Fonte: Gilberto Angelo/Portal Vale do Piancó Notícias