Repercussão de fotos da mulher irrita ministro do Turismo

Repercussão de fotos da mulher irrita ministro do Turismo

Diante da repercussão negativa das fotos tiradas no gabinete de seu marido, o novo ministro do Turismo, o economista Alessandro Golombiewski Teixeira, a modelo Milena Santos apagou, no fim da noite desta segunda-feira, as imagens de sua página no Facebook.

Milena colocou uma outra foto, onde o casal está num restaurante, e reclamou:”Tô indignada com a falta de ética e respeito das pessoas.

Pegam um momento de felicidade da vida de um casal que se ama e estão (sic) felizes e transformam numa coisa negativa, como se estivéssemos cometendo alguma ilegalidade”.

Milena, assim como o ministro, queixou-se da divulgação de fotos do passado, onde a modelo aparece nua. Em uma delas, que estava na sua própria página do Facebook, ela aparecia na frente do Congresso Nacional. “Não precisam pegar fotos e falas que eu fiz no meu passado e apresentar como se fossem atuais porque não são! O único fato novo e exclusivo é que sou esposa do ministro do Turismo. O resto é conversa para boi dormir”.

No inicio da noite de segunda-feira, Milena tinha colocado diversas fotos posando com o ministro no gabinete com um decote ousado. “Ao lado de um grande homem, sempre existe uma poderosa mulher”, havia dito a modelo, miss bumbum 2013, no texto apagado.

A modelo Milena Santos em foto de 2013 publicada em seu perfil no Facebook - Reprodução

A modelo Milena Santos em foto de 2013 publicada em seu perfil no Facebook – Reprodução

O Ministério do Turismo confirmou a veracidade das imagens, que foram tiradas nesta segunda-feira, mas esclareceu que “Milena Santos publicou fotos ao lado do marido na sua rede social sem imaginar que iria despertar o interesse da mídia”. Com a repercussão da publicação, houve muitos compartilhamentos de fotos nuas de Milena, em frente ao Congresso Nacional, tiradas em 2013, o que causou indignação por parte do ministro. Ele informou, também através de nota, que “repudia a exposição pública da intimidade do casal e o resgate de fotos antigas para denegrir a imagem dos envolvidos”. Uma das fotos, porém, estava disponível na própria página de Milena.

Além da carreira de modelo, tendo inclusive posado nua para uma revista masculina, Milena Santos já se arriscou na política. Em 2012, ela foi candidata a vereadora em Salvador pelo PSL, com o nome “Milena Tudo pelo Esporte”, e conseguiu apenas uma vaga de suplente. Suas principais plataformas eram a construção de quadras de esporte e academias gratuitas para a população. Na sua página no Facebook, ela disse, no dia 13 de abril, que não voltará a concorrer nas próximas eleições: “Essa Política de fato não é para gente como eu e nem para pessoas que têm compromisso com o social e com a melhora da vida das pessoas”.

A assessoria de imprensa do Ministério do Turismo não quis informar há quanto tempo Milena e o titular da pasta são casados. Na postagem desta segunda-feira, a modelo se mostra apaixonada: “Te amo meu amor, juntos somos mais fortes!”. Este ano, em 13 de março, ela escreveu um texto se manifestando contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Desculpem os ignorantes, mais (sic) o que vejo claramente é um grupo que não está no poder querendo derrubar o outro que está! No final das contas, só existe um perdedor ….Nós, que vamos pagar mais essa conta!!!”. No ano passado, Milena postou fotos de viagens para Dubai e Pequim.

Antes de assumir o Ministério do Turismo, Alessandro Golombiewski Teixeira foi presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em fevereiro deste ano, o GLOBO mostrou que Alessandro, militante do PT do Rio Grande do Sul, recebia um salário de R$ 39,3 mil no cargo. Além disso, abrigou no órgão mais três militantes da campanha para a reeleição de Dilma, ocupantes de cadeiras de assessoramento especial da diretoria cujas remunerações variavam de R$ 19,4 mil a R$ 25,9 mil.

 

 

 

 

G1