Renan põe em dúvida déficit fiscal de R$ 170 bi

Renan põe em dúvida déficit fiscal de R$ 170 bi

O presidente do Senado, Renan Calheiros, cobrou explicações do ministro Henrique Meirelles (Fazenda) sobre o real tamanho do déficit nas contas do governo. Insinuou que os parlamentares podem ter sido induzidos a erro ao aprovar a revisão da meta fiscal, autorizando o governo a fechar suas contas de 2016 com um rombo de R$ 170,5 bilhões.

Renan fez essas considerações ao falar sobre o pacote de reajustes salariais e contratações de servidores aprovado pela Câmara na semana passada, com oapoio do Planalto. O pacote custará R$ 58 bilhões até 2019. Antes de inclui-lo na pauta de votações do Senado, Renan quer ouvir as explicações de Meirelles.

“É fundamental que nós tenhamos primeiro uma conversa com o ministro da Fazenda, para que ele possa nos responder essa pergunta: se o déficit de R$ 170 bilhões está certo”, disse Renan. “Se está certo, fica difícil dar aumentos, criar cargos e aumentar teto. Se não está, melhor, nós poderemos dar os aumentos e fazer tudo isso. Mas é importante responder primeiro a essa pergunta.”

O senador informou que pretende convidar Meirelles para se explicar no Senado. “Das duas, uma: ou nós fomos convencidos e votamos equivocadamente o déficit de 170 bilhões de reais, e a União não pode dar empréstimos, reajustar salários, aumentar teto e criar cargos, ou nós temos que aprovar esses aumentos todos.''

 

 

Uol