Renan diz que sessão do Congresso será convocada para a próxima terça

Renan diz que sessão do Congresso será convocada para a próxima terça

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou na tarde desta quarta-feira (3) que marcará a sessão conjunta do Congresso Nacional para as 11h30 da próxima terça-feira (6). Depois de impasse com a Câmara, Renan disse que vai "priorizar o todo" e "não o capricho".

Uma sessão conjunta, entre deputados e senadores, havia sido convocada para as 11h30 desta quarta, mas a realização de reuniões de deputados no plenário da Câmara impediu o início da sessão do Congresso Nacional. Segundo Renan, atitude do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de convocar sessões seguidas e impedir a realização da sessão do Congresso, foi algo inédito.

Cunha defendia que um veto da presidente Dilma Rousseff à doação de empresas a partidos políticos fosse incluído na pauta da sessão do Congresso.

"Não há acordo. Não há como vincular realização de sessão do Congresso Nacional à apreciação de um veto que até ontem [terça] não tinha sido posto. Vamos convocar a próxima sessão para priorizar o todo e não a parte, não o capricho. Nós vamos marcar nova sessão do congresso Nacional para terça-feira, 11h30. Não realizamos [nesta quarta] porque a Câmara convocou sessões seguidas para o mesmo horário. Isso é inédito, mas aconteceu", disse Renan Calheiros após reunião com líderes do Senado.

 

 

 

G1