Recebido com festa em Solânea, Cássio participa de grande comício e apresenta propostas

Recebido com festa em Solânea, Cássio participa de grande comício e apresenta propostas

No início da noite desta quinta-feira (02), a cidade de Solânea, no Brejo paraibano, recebeu com muita festa o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e seu companheiro de chapa Wilson Santiago (PTB), candidatos ao governo estadual e ao Senado, pela Coligação A Vontade do Povo.

Antes do grande comício que marcou o encerramento da campanha tucana no Brejo, caravanas de várias cidades da região prepararam uma recepção contagiante até a Rua Getúlio Vargas, onde estava o carro-palanque e o trio elétrico.

Ao ter a palavra, Cássio celebrou junto com o povo mais uma grande demonstração de carinho e ao sentimento de que a Paraíba quer a mudança.

O senador agradeceu, além dos solanenses, a todas as delegações que prestigiaram o comício. Lideranças políticas de Bananeiras, Arara, Remígio, Casserengue, Borborema e Serraria marcaram presença.

"Faltam três dias para a eleição. E com o voto de cada um de vocês, Solânea e toda a região vão escolher entre dois modelos de governo completamente diferentes", discursou o tucano, sendo interrompido pelos gritos de "eu voto em Cássio, com muito orgulho, com muito amor".

Trazendo outros dados alarmantes sobre realidade de momento do Estado, Cássio lamentou novamente o descaso da atual gestão com a segurança pública.

"Hoje, meus amigos, a Paraíba tem seis mil mandados de prisão sem ser cumpridos. Ou seja, são seis mil marginais, bandidos soltos nas ruas pela incompetência do governo. Não prende porque não tem efetivo policial e não construiu um só presídio", registrou.

Sobre segurança pública, a intenção de Cássio, ao assumir o governo em janeiro de 2015, é realizar concurso público e aumentar contingente da Polícia Militar para 17 mil homens e mulheres.

 

Outra proposta

Aproveitando a insatisfação dos motoqueiros da região, que por insensibilidade do governo atual estão sem seus meios de transporte, Cássio apresentou proposta para os beneficiários do programa Bolsa Família.

"Quando fui governador, não tinha trabalhador que perdesse sua moto. Por uma razão muito simples: existia uma lei que dispensava o imposto estadual para mototaxista, agricultor, pescador, minerador. E agora a nossa proposta é dispensar o imposto também para os beneficiários do Bolsa Família", garantiu o candidato do PSDB ao governo.

 

Assessoria