RC reage a ‘convite’ Cássio para briga e toca na ferida dos Cunha Lima: “Eu não uso arma e nunca atirei em ninguém”

RC reage a ‘convite’ Cássio para briga e toca na ferida dos Cunha Lima: “Eu não uso arma e nunca atirei em ninguém”

Em entrevista à imprensa durante solenidade do Bolsa Atleta, em João Pessoa, nesta segunda-feira (02), o governador Ricardo Coutinho (PSB) reagiu ao chamamento do senador Cássio (PSDB) para a briga nas eleições deste ano e acabou tocando na ferida dos Cunha Lima ao insinuar que não tomaria a mesma atitude que o poeta Ronaldo Cunha Lima que atirou em Burity, em disputa passada.

Apesar de não ter citado o nome do poeta, Ricardo Coutinho não poupou críticas e avisou que a única arma que usará na disputa eleitoral será o trabalho.

“Eu faço política com P maiúsculo, eu tento fazer política e sempre foi assim, na base das idéias, eu não uso pistola, eu não uso revolver, eu nunca atirei em ninguém, não gosto disso, isso está distante da minha personalidade e sinceramente lamento profundamente que algumas pessoas na política, com a responsabilidade que deveriam ter, mas infelizmente não tem, estejam tentando levar um momento tão importante e significativo para a população, que é o momento de escolhas, para um campo tão movediço como esse, eu só lamento”, rebateu.

O governador Ricardo Coutinho disse ainda que não vai encarar briga com ninguém e que se chegar a vencer as eleições, será pelo debate no campo das idéias.

“Eu não vou brigar com ninguém, eu vou, se Seus me permitir e o povo quiser, vencer com as idéias , as idéias que estão transformando esse Estado, idéias que dizem que não tem nenhum acima do outro, idéias que tratam todos, inclusive os diferentes por igual, idéias que fazem com quem uma cidade que só tenha direito em época de eleição, com promessas falsas feitas, tenham investimentos em todos os dias do ano, promessas feitas, inclusive por quem me chama para a briga hoje, então a minha resposta é essa, é trabalho, enquanto alguns querem brigar, eu quero somente o direito de trabalhar”, avisou.

ENTENDA

Durante evento do PSDB nesse fim de semana, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) fez uma provocação ao governador Ricardo Coutinho (PSB), seu adversário na disputa pelo Governo do Estado.

“Eu tenho dito e vou repetir: se Ricardo Coutinho quer brigar, que venha brigar comigo que sou senador. Que não vá perseguir os mais pobres, os humildes e indefesos. Porque fazer o que tem sido feito com essas pessoas têm sido um ato de covardia. Que ele venha disputar a eleição comigo, me enfrentar nas urnas. .... Que ele venha para o debate para que possamos levantar nossa voz pelos que estão sendo humilhados, perseguidos e destratados. Seremos a voz em defesa da Segurança Pública, da Saúde, da Educação, do prestador de serviço, do agricultor, da mulher, do jovem, de João Pessoa, de Campina Grande ...", disse Cássio em seu discurso.

Nos bastidores, a informação é como se as declarações de Cássio tivessem o tom de ameaça. A briga teria realmente começado com a polarização das duas candidaturas.


PB Agora