RC nega grande demissão e afirma que 'secretarias-chave' ficarão de fora da reestruturação do Governo

RC nega grande demissão e afirma que 'secretarias-chave' ficarão de fora da reestruturação do Governo

O governador Ricardo Coutinho (PSB) afirmou na manhã desta segunda-feira (31) que vai realizar apenas uma reestruturação no Governo do Estado, diferente da “grande demissão” que tem sido noticiado. “É absolutamente normal”. As secretarias principais não devem entrar na mini reforma.

Após o rompimento do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) com o Governo, foi anunciado que 1,8 mil servidores seriam exonerados, além de muitos secretários. O governador confirma as exonerações, mas não falou de números. “São poucos, pouquíssimos”, colocou.

O socialista afirmou que um governante não pode trabalhar com o Governo do outro e citou os adversários que assumiram a gestão no passado. “Em 2003 o ‘doutor’ Cássio, em 2009 o ‘doutor’ Maranhão, governaria com quem estava antes? Evidente que não! Isso é tão elementar que me assusta as pessoas tentarem fazer algo que está completamente fora, enquanto dimensão. Saem secretários, vão entrar outros. Polícia Militar, Secretaria da Receita, Secretaria de Finanças... as Secretarias chaves, sequer entram nisso”, concluiu.


Pedro Callado / Fernando Braz