RC nega críticas ao PT e Dilma e acusa imprensa da PB de distorcer os fatos

RC nega críticas ao PT e Dilma e acusa imprensa da PB de distorcer os fatos

O governador Ricardo Coutinho (PSB) negou, nesta terça-feira (16), que tenha criticado o Governo Federal, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) e a presidenta Dilma Roussef (PT) durante comício com a presidenciável Marina Silva (PSB), no último sábado (13), em Campina Grande (PB).

Na oportunidade, Ricardo disse que “a gente pode usar a internet para o bem e para espantar o medo. "Porque eu lembro muito bem que na época do ex-presidente Lula vieram com uma história de medo e hoje eles que sofreram do mesmo mal querem colocar para Marina o mesmo discurso do medo. O Brasil tem medo é da situação em que se encontra. O Brasil tem medo é de crescer a 0,9% ao ano do PIB, o Brasil tem medo é do desemprego, o Brasil tem medo é do retorno da inflação, o Brasil tem medo é de não olhar para adiante e perceber como é importante ter um plano de governo que coloque o País no caminho da modernização e da modernidade”, disse o socialista.

No entanto, nesta terça-feira o governador acusou a imprensa paraibana de distorcer os fatos.

“Quem foi que disse a você que eu ataquei, você ouviu isto aonde? Quais foram as declarações, eu não dei nenhum declaração em Campina. Você fez uma pergunta sem conhecer o conteúdo, foi em busca de um blog que todo mundo sabe a quem serve, em função de um site que todo mundo sabe a quem serve, que tentou me servir e eu não quis. E este site deturpou tudo que foi dito e simplesmente para buscar fazer a velha fofoca, o velho fuxico”, reagiu o governador ao ser questionado pelo radialista Albemar Santos, da 98 FM de João Pessoa, durante solenidade no Palácio da Redenção na manhã desta terça-feira (16). .

Já sobre as críticas ao crescimento do PIB, Ricardo disse que até a própria presidenta Dilma não está satisfeita com os números.

“Você está satisfeito com o PIB, porque você não pergunta a presidenta Dilma se ela está satisfeita com o PIB. Porque ouvi declarações no guia eleitoral que ela não está satisfeita com o PIB. Vocês estão maximizando com o intuito muito claro. Está claro isto. Eu estou dizendo que vocês estão na linha de buscar intrigas, fofocas, mas não vão me atrair para o meio disto”, declarou.

Questionado sobre a participação de Dilma no guia do peemedebista Vital do Rego, candidato a governador pela coligação “Renovação de Verdade”, Ricardo disse considerar natural e afirmou não admitir patrulhamento em relação as candidaturas do PT e PSB, pois as duas são legítimas.

“Não tenho que avaliar nada. Acho que o PMDB também a apóia, tal qual o PT. Ela vai pedi voto aonde, tem que pedi voto lá no guia, o que é que eu vou reclamar. Acho legítimo que o PT tenha a sua candidatura, e acho legítimo que o PSB tenha a sua candidatura. Não admito patrulhamento em relação a isto”, afirmou.

Cristiano Teixeira - MaisPB