“RC não investe em segurança por motivação política”, acusa Tovar

“RC não investe em segurança por motivação política”, acusa Tovar

“Campina Grande está refém do medo. São homicídios, roubos e assaltos. A ousadia dos bandidos é tão grande que até caixas eletrônicos do Aeroporto João Suassuna eles explodiram na madrugada desta segunda-feira (4)”. O comentário é do deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), que culpa o Governo do Estado pelo aumento da violência na Rainha da Borborema, que por questões políticas não investe na segurança pública da cidade.

O deputado lembrou que já encaminhou diversos expedientes para o governo solicitando melhorias na segurança de Campina Grande, tais como abertura de novas delegacias, viaturas e o aumento do efetivo policial. “Com o policial na rua a sensação de segurança aumenta e os bandidos ficam até com receio de agir”, comentou.

Segundo informações do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), pelo menos seis bandidos armados invadiram o aeroporto, minutos após a decolagem do último voo da madrugada, por volta das 3h. Um grupo de passageiros que havia desembarcado no aeroporto durante a madrugada foi feito refém, em conjunto com os seguranças do terminal.  Todos foram obrigados a deitar no chão.

“A população não tem mais coragem de sair de casa para não ser vítima da violência. Além disso, qual a imagem que os turistas têm de nossa cidade? Eles pensarão duas vezes antes de vir à Campina Grande e isso é ruim para nossa economia, que depende dos eventos que são realizados aqui. Solicito ao Governo do Estado que tenha sensibilidade e que não deixe de cuidar da segurança de Campina Grande por motivação política”, comentou.

 

 

 

 

 

MaisPB