RC desmente arrocho fiscal e diz que fisco faz oposição ao governo desde o primeiro dia da gestão

RC desmente arrocho fiscal e diz que fisco faz oposição ao governo desde o primeiro dia da gestão
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), desmentiu que esteja acontecendo arrocho fiscal e reclamou que parte da direção do fisco faz oposição política a ele desde o início do governo.

Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, o governador afirmou que parte da direção faz uma oposição ao governo muito “desqualificada” e apontou que quem lê os textos sabe que é algo pessoal, espalhafatoso e incoerente. “Você imagina o que é um agente fiscal denunciar uma gestão que faz arrocho fiscal? Tolhendo seu próprio trabalho e colocando acima do trabalho profissional o combate político a uma gestão”.

Para Coutinho essa parte da direção não tem representado a categoria e lembrou que criou prêmios e apontou que a parte referente à sobrevivência do poder público só pode vir a partir dos impostos que se paga.

“No caso da Paraíba não existe nenhum arrocho fiscal, mas uma tentativa de modernizar e tornar mais transparente”, explica e alfinetou: “Lembro que quem pegou o estado com as micro e pequenas empresas com um teto de R$ 1,8 milhão e hoje tem o maior do Brasil com R$ 3,6 milhões e fizemos isso em uma época perigosa, de queda de receita e vislumbrei isso lá atrás. Que as coisas não iam bem, que pagaríamos um preço alto e comecei a tomar medidas no sentido de diminuir o máximo que podia e continuo fazendo para que a gente não pare os serviços essenciais, os serviços de ponta e as obras. Não tem arrocho”, ratificou.

 

“Temos que compreender que quem deve precisa pagar. Não é acusação a ninguém, é necessidade do povo”, destacou.

 

 

 


Marília Domingues