Raniery Paulino admite conversar sobre indicação do seu nome para líder da bancada de oposição

Raniery Paulino admite conversar sobre indicação do seu nome para líder da bancada de oposição

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) poderá se transformar líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, caso o bloco de forma consensual endosse o seu nome para substituir o atual Renato Gadelha (PSC), que falou em rodízio dentro do grupo. Paulino faz um "tour" pelo interior do Estado. Ontem, ele estava junto com sua família na região do Cariri e hoje atendeu a reportagem na chegada a Cajazeiras.

Disse que ninguém conversou com ele acerca do assunto, "mas a lembrança do meu nome é uma honra. No entanto, esse tema precisa ser amadurecido através de um entendimento dentro da bancada", destacou. Apesar de admitir a possibilidade de aceitar a função, Paulino adiantou que tem um problema:

- Sem dúvidas, que é liderar a bancada do PSDB de Cássio (Cunha Lima). A gente não se mistura. Mas na Assembleia tem deputados de todas as linhas, inclusive aqueles que é governo e que não tem uma boa afinidade. Isto é normal em qualquer parlamento.

Raniery frisou que não descarta a hipótese de comandar o bloco de oposição, cujo mandato do líder Renato Gadelha se inspira em fevereiro no mês em que os parlamentares estarão retornando do recesso parlamentar. "Você pode ver que não faço oposição com radicalismo; então admito esse entendimento".

Além de Raniery, estão cotados os deputados Bruno Cunha Lima (PSDB) e Daniella Ribeiro (PP). E Dinaldinho Wanderley ( PSDB)? Quis saber a reportagem. O líder atual Gadelha assim respondeu: "Dinaldinho parece que tem pretensões de concorrer as eleições municipais de Patos".

O deputado Raniery Paulino é do grupo dissidente do PMDB.

 

 


Marcone Ferreira