Raniery evita falar sobre “adesão” e expõe crise de identidade do PMDB

Raniery evita falar sobre “adesão” e expõe crise de identidade do PMDB

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) afirmou que a decisão de compor ou não a base do governador Ricardo Coutinho na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), no próximo ano, não está entre suas prioridades no momento. 'Estar ou não na base aliada, na próxima legislatura, não vai interferir no meu posicionamento ideológico', garantiu o parlamentar, adiantando que não aceitar rótulos e que pretende manter as mesmas bandeiras que o elegeram em 2007 e lhe garantiram a reeleição no último pleito do dia 5 de outubro.

Raniery Paulino explicou que está focado em concluir os projetos do atual mandato, buscando atender as expectativas das pessoas que, mais uma vez, lhe confiaram uma vaga na Casa de Epitácio Pessoa. 'Vamos para o terceiro mandato consecutivo e, mais uma vez, como um número maior de eleitores que acreditam e confiam no nosso projeto político", lembrou o deputado estadual, acrescentando a Comissão de Orçamento, da qual é presidente, é outro projeto que tem exigido bastante sua atenção.

Já com relação ao posicionamento do partido que integra no cenário estadual, o PMDB, Raniery Paulino afirmou esperar que o grupo consiga primeiro reconstruir a harmonia interna do partido, que foi abalada no último processo eleitoral. 'Nesse processo é importante que as opiniões sejam respeitadas e discutidas de forma democrática, para que prevaleça, de fato, o que é melhor para o projeto político do partido', destacou o Raniery Paulino, lembrando que pretende manter a neutralidade nas discussões polarizadas pelos grupos do senador José Maranhão e pelo do deputado federal Manoel Júnior, dentro do partido.

 

 

Click PB