Rádio é incendiada em Soledade; diretor diz que crime tem motivação política

Rádio é incendiada em Soledade; diretor diz que crime tem motivação política

Uma rádio comunitária foi incendiada na madrugada do último sábado (23), na cidade de Soledade, no Cariri paraibano. O diretor da acredita que o incêndio foi criminoso e pode está relacionado a retaliação política.

A Rádio Comunitária Soledade FM, pertencente a Associação Comunitária de Comunicação e Ação Social do município, teve todos os seus equipamentos destruídos com perda total.

O diretor da rádio, Ivanilson Gouveia, afirma que em outra oportunidade a emissora foi vítima de uma ameaça de incêndio no mês de outubro deste ano durante o pleito eleitoral suplementar no município, fato este informado por uma denúncia anônima e aplacado naquela época pela ação da juíza eleitoral da Comarca de Soledade Bárbara Bortoluzi e sob a vigilância particular da emissora na véspera da eleição. Portanto, ele acredita que o atentado tem motivações políticas.

De acordo com Ivanilson Gouveia, a emissora desperta a ira de algumas lideranças políticas conservadoras no município que obviamente tem interesses escusos de poder. Ele ainda lamentou as perdas dos equipamentos.

"Toda a estrutura conquistada em mais de dez anos de luta foi perdido nessa tragédia, mas, envidaremos esforços para montarmos uma nova estrutura". Frisa o diretor.


MaisPB

com Soledade Notícias