Quais foram os piores acidentes domésticos envolvendo panelas de pressão já noticiados?

Quais foram os piores acidentes domésticos envolvendo panelas de pressão já noticiados?

Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Queimaduras mostrou que um milhão de brasileiros se queimam todos os anos. Quase 80% dos acidentes acontecem dentro de casa, com destaque para a cozinha, considerado um dos cômodos mais propícios para ferimentos por causa, principalmente, do fogão.

A panela de pressão é um utensílio doméstico muito associado ao risco de acidentes. O uso deste equipamento exige muita atenção e cuidado. Verificar a válvula e saber o momento exato de abrir a panela são atitudes que reduzem os riscos.

Não são raros os casos de explosões de panela de pressão. Os danos materiais e físicos são sempre muito grandes nesse tipo de acidente.
 

Confira alguns casos noticiados de acidentes com panelas de pressão:



1 – A brasileira Angelina Mendonça passou por uma situação de risco com uma panela de pressão. A empregada de sua casa cozinhava o feijão quando a válvula da panela entupiu, ocasionando uma explosão. A panela bateu no teto e amassou o fogão. Felizmente, o acidente não deixou feridos. De acordo com os bombeiros, o fato ocorreu porque a mulher colocou um volume grande de água dentro da panela. No geral, o ideal é usar 65% da capacidade do utensílio para a água. É importante verificar se a panela tem o selo do Inmetro.

2 – Em Piracicaba, São Paulo, uma cozinheira de 32 anos se feriu após a panela de pressão explodir num restaurante. O impacto deixou um corte na cabeça da vítima. O acidente aconteceu num restaurante de pequeno porte do Jardim Petrópolis, e envolveu o uso de equipamentos de cozinha industrial.

3 – Em Miami, nos Estados Unidos, uma mulher perdeu parte de sua perna depois de uma explosão de panela de pressão. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. Mirta Debesa tinha 79 anos e foi atingida pela panela de pressão.

4 - A explosão de uma panela de pressão destruiu uma residência na Vila Curitiba, em Ponta Grossa. Segundo o Corpo de Bombeiros, depois da explosão houve um incêndio e o imóvel foi destruído pelo fogo. Um homem e uma criança morreram no acidente.