PT rebate o ministro Gilmar Mendes, que fez criticas ao partido

PT rebate o ministro Gilmar Mendes, que fez criticas ao partido

Na sessão de quarta-feira (16) do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mandes criticou o PT por defender a proibição de doações de empresas a candidatos a cargos políticos. O ministro disse que o PT é o partido que mais leva vantagem para captar recursos das empresas privadas, pelos métodos que utiliza.

E, em tom de ironia, comparou o partido à Madre Teresa de Calcutá, a freira católica famosa pelas ações humanitárias e de caridade, que morreu há 19 anos. O ministro disse ainda que o partido e a Ordem dos Advogados do Brasil tentam envolver o Supremo numa conspirata.

Nesta quinta-feira (17), o PT divulgou nota em que repele o que chama de impropérios do ministro Gilmar Mendes contra o partido. O PT afirma que isso tem se tornado usual nas falas do ministro e que o financiamento público de campanhas eleitorais é bandeira histórica do partido.

A nota chama de desvario a suposta conspirata entre o PT e a OAB, e afirma que é público e notório que a entidade propôs, há muito tempo, uma ação direta de inconstitucionalidade para proibir o financiamento empresarial a partidos e a candidatos. O Partido dos Trabalhadores afirma que o ministro Gilmar Mendes obstruiu a análise da ação por mais de um ano com pedido de vista.

 

 

Jornal Nacional