PT nega comissão para negociar vaga de senador com PSB, PSDB ou PMDB

PT nega comissão para negociar vaga de senador com PSB, PSDB ou PMDB
O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Charlington Marchado, negou nesta quinta-feira (17) que a legenda tenha formado uma comissão política para negociar vaga de senador nas chapas de Cássio Cunha Lima (PSDB), Ricardo Coutinho (PSB) ou na de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). A comissão teria sido formada após decisão da agremiação desistir da candidatura própria e buscar espaços para concorrer cadeira no Senado conforme orientação da nacional do partido.

Em participação por telefone no Correio Debate, da 98 FM, o dirigente partidário disse os boatos trata-se de uma “desinformação” em se tratando do PSDB e do PSB. De acordo com Marchado, a comissão foi formada para aprofundar aliança com o PMDB e com os partidos que dão sustentação a base da presidente Dilma Rousseff e da oposição na Paraíba.

“Além dessa comissão, nós ressaltamos por diversas vezes com resolução política que na Paraíba somos opositores tanto ao PSDB como também ao PSB. São dois projetos na nossa contramão nacional e que apresentam projetos que contraria os interesses partidários nacionais e locais”, argumentou.

Charlington Marchado disse ainda que a comissão é formada por nove integrantes do partido, sob a coordenação do presidente do PT, para aprofundar as chapa proporcional, plano de governo e a composição majoritária para o Senado.

A comissão formada já vai se reunir na tarde desta quinta-feira e uma conversa com o pré-candidato do PMDB, Veneziano Vital do Rêgo, será sugerida para a próxima quarta-feira (22) para avançar nas conversações.

“Vamos avançar para que até o dia 10, na reunião do diretório, tenhamos uma decisão sobre a aliança com o PMDB e com os partidos da base de sustentação da presidente Dilma Rousseff”, garantiu.


Roberto Targino - MaisPB