PT nacional se reúne nesta segunda para definir destino da aliança com PSB na Paraíba e lideranças petistas no estado reclamam de postura de RC

PT nacional se reúne nesta segunda para definir destino da aliança com PSB na Paraíba e lideranças petistas no estado reclamam de postura de RC
Com as duras críticas feitas pelo candidato à reeleição Ricardo Coutinho contra o PT, Dilma e Lula, a coordenaão nacional de campanha do Partido dos Trabalhadores se reúne nesta segunda para discutir possíveis medidas a serem tomadas em relação à aliança do partido com o PSB na Paraíba.
 
Segundo Gilberto Carvalho, coordenador da campanha nacional do PT, o partido deverá tomar medidas duras contra a atitude do candidato.
 
"Tudo o que está acontecendo é absurdo. Isso coloca um mau cenário diante de nós Vamos nos reunir nesta segunda e vamos tomar posições mais firmes em relação a este cenário da Paraíba", afirmou Carvalho.
 
As declarações feitas por Ricardo Coutinho neste sábado afastaram diversas lideranças petistas da candidatura do socialista. O ex-diretor da Emlur, Anselmo Castilho, declarou, pelas redes sociais, que está procurando um novo candidato ao governo para votar
 
Já o vereador pessoense Fuba reagiu ao discuso de Ricardo afirmando que tem declarado sua indignação contra a aliança. "Ele pega carona indevida com a presidente, quando não merece este tratamento", declarou.
 
Já o também vereador Bira, que já compôs o PSB de Ricardo e está, hoje, no PT, disse que o perfil de Ricardo não o surpreende. "É um instinto desagregador e ingrato que não leva em conta os investimentos do governo Dilma na Paraíba. Ele ataca o PT quando deveria, no mínimo, respeitar as relações que tem com o partido na Paraíba", afirmou.
 


João Thiago