PSOL quer investigação da PF e punição para Tião

PSOL quer investigação da PF e punição para Tião

Vice-presidente estadual do PSOL, o assistente social Tárcio Teixeira (presidente do Conselho Regional de Serviço Social da Paraíba) emitiu nota sobre as eleições de ontem na Assembleia Legislativa. Ele defendeu investigação da Polícia Federal e punição para o deputado estadual Tião Gomes (PSL), que – conforme Teixeira – é responsável por um ato de vandalismo ao impedir o funcionamento de urna eletrônica na ALPB.

Ele quer processo disciplinar contra o parlamentar, a quem acusa de ‘atentado’ contra o sistema eletrônico. Neste domingo, deputados foram empossados e realizaram eleições para mesas diretoras responsáveis por dois biênios na Assembleia Legislativa da Paraíba. Adriano Galdino e Gervásio Maia foram eleitos ata os dois biênios. Abaixo, na íntegra, a nota enviada pelo presidente estadual do PSOL:

“Da Assembleia Legislativa da Paraíba

Absurdo como as coisas acontecem na Assembleia Legislativa da Paraíba, a ingerência do governo e as negociatas são escancaradas, ou seria coincidência Gervásio Maia (PMDB), até pouco tempo oposição ao Governo, votar com o Governo e ter sua eleição para o segundo biênio aprovada no momento seguinte? Seria coincidência, ainda pela manhã, o Deputado Tião Gomes (PSL – Aliado do Governador) “desligar” o painel eletrônico e, ainda no começo da tarde, o mesmo parlamentar abrir mão da vice-presidência da mesa e, coincidentemente, por um voto, evitar um empate na votação que escolheu o Homem da Granja como presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba?

Acabei de enviar (domingo – 02/02/2015) e-mail para os/as integrantes da Direção Estadual do PSOL solicitando que a instância partidária requeira para Polícia Federal que seja investigada a denúncia de Tião Gomes de que existe fraude no painel eletrônico da Assembleia e para Assembleia Legislativa da Paraíba que seja instalado processo ético contra o Deputado Tião Gomes, acusado, pelo anterior Presidente da Casa, de vandalismo e réu confesso de ter desligado o Painel Eletrônico.

É indiferente se Tião Gomes quebrou ou desligou o painel de votação da Assembleia, ele deve responder nos tramites do regimento interno, por bem menos militantes sociais respondem na justiça, imunidade parlamentar não permite ilegalidade, do contrário vai virar moda desligar o painel de votação da Assembleia Legislativa da Paraíba no momento que for minoria.

Do Concurso da Educação em João Pessoa

Como informei em nota enviada na semana passada, caso o ofício que segue anexo e divulgado nas redes sociais for verdadeiro, é possível que alunos da rede Municipal de João Pessoa fiquem sem algumas aulas nos primeiros dias letivos. É verdadeiro esse documento? Caso sim, ao invés de antecipar o início das aulas devido a falta de professores/as, não seria mais prudente adiar até que tudo esteja regularizado?”

 

 

 

MaisPB