PSDB X PSB: Ronaldo Filho parte para o confronto

PSDB X PSB: Ronaldo Filho parte para o confronto
Definitivamente o clima entre tucanos e socialistas é de disputa. Na manhã de hoje (12) o vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Filho (PsDB) teve de deixar a fidalguia de lado para criticar a postura personalista do governador Ricardo Coutinho (PSB), por ter não ter convidado o Conselho de Segurança de Campina Grande para reunião de monitoramento dos órgãos de segurança do Estado, realizada sexta-feira passada, na sede do 2º BPM. Momentos antes, o coordenador de Comunicação do município José Araújo já havia lançado farpas no governador.
Nitidamente partindo para o ataque, Ronaldinho que preside o conselho, afirmou que, se estivesse no lugar do governador teria agido de forma diferente e deu a entender que interpretou o gesto do socialista como uma 'politicagem'. "Se eu fosse o governador e tivesse uma cidade que tivesse um conselho sério, onde desde o início ninguém ouviu falar de politicagem, eu teria chamado, pois só as policias não conseguem resolver o problema da segurança púbica. Na hora em que o conselho participa, o nosso interesse é de colaborar e não de apontar culpado, pois ninguém está aqui para fazer isso, o que a gente quer é somar", argumentou.
Ronaldinho disse não saber avaliar se a postura do governador tem alguma relação com o rompimento entre o PSB e PSDB. Para ele tal comportamento é reflexo do estilo político de Ricardo, classificado por ele como centralizador. "Mesmo quando as elações estavam em plena harmonia, hoje não estão tão harmoniosas, esse é o estilo dele (Ricardo), se confronta com a classe médica, com o Ministério Público, com a Polícia Militar. Ele gosta disso, ele foi forjado nessa coisa, é o ambiente que ele vice", ressaltou.