PSDB sinaliza parceria com PT ou PMDB, mas ainda trata o assunto como especulação

PSDB sinaliza parceria com PT ou PMDB, mas ainda trata o assunto como especulação

Sem um nome para lançar à sucessão municipal de João Pessoa em 2016, o PSDB parece admitir que reduziu de tamanho, conforme demonstração do presidente da legenda na Paraíba, Ruy Carneiro, quando faz previsões de que o partido pode se aliar ao PT ou PMDB. Porém, destaca que a prioridade é lançar candidato própria.

A alternativa seria o ex-senador Cícero Lucena, que manteve a decisão de permanecer afastado da vida pública, depois de preterido pelo PSDB de disputar à reeleição na campanha passada. Sem opção, resta os tucanos manterem entendimentos com outros partidos e ter uma participação como coadjuvante nas eleições do próximo ano.

Ruy não confirma possíveis contatos com petistas ou peemedebistas e destaca que “o panorama dos próximos meses é bem diferente de hoje”, antevendo que poderá haver mudanças, não descartando a possibilidade de aliança com outros partidos. “Não existe nada de concreto”, ressaltando, ainda, que “tudo não passam de especulações”.

Assim o presidente estadual do PSDB definiu sobre as insinuações de aliança com o PT do prefeito Luciano Cartaxo, também o PMDB do senador José Maranhão.

 

 

 


Marconi Ferreira